Dois empresários da região recebem medalha da Firjan

Mérito Industrial do Rio de Janeiro é entregue a Rogério Faria, da Stam, e Silvio Marini, do Sindicato Rural de Cordeiro
terça-feira, 16 de julho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Rogério Faria com a Medalha do Mérito Industrial do Rio de Janeiro, entregue pela Firjan (Fotos de divulgação/ Vinicius Magalhães)
Rogério Faria com a Medalha do Mérito Industrial do Rio de Janeiro, entregue pela Firjan (Fotos de divulgação/ Vinicius Magalhães)

Um empresário friburguense - Rogério Faria, presidente da Stam Metalúrgica - e outro da região - e Silvio Marini, presidente do Sindicato Rural de Cordeiro - estão entre os únicos sete homenageados com a Medalha do Mérito Industrial do Rio de Janeiro, entregue pela Federação das Indústrias do estado (Firjan), no último dia 8. A medalha é um reconhecimento ao trabalho de empresários e personalidades que se destacaram em 2018 nos cenários político, econômico e social de todo o Estado do Rio. Os nomes foram escolhidos por uma comissão especial e ratificados pela diretoria da federação.

Além de Rogério e Marini (foto), foram homenageados Fernanda Hipólito, do setor de panificação; Gladstone Santos, da indústria de embalagens; Marcus Vinícius Rumen, da indústria de bebidas; Ricardo Guadagnin, do setor de móveis; e Roberto Badro, do setor de alimentos.

Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente da Firjan, reforçou a importância de homenagear empresários que são exemplos de representatividade, necessários à indústria fluminense. “É um grande prazer celebrar os profissionais que muito se dedicaram e que se destacam pelos serviços prestados à indústria e à economia. Todos são incansáveis na luta em prol do desenvolvimento e merecem o reconhecimento dos sindicatos e da Firjan”.

Em nome dos homenageados, Fernanda Hipólito agradeceu o prêmio e defendeu políticas para ajudar o estado a sair da crise. “Temos um alto custo de trabalho e uma política tributária difícil. O piso regional está acima do normal em relação a outros estados do país. Dentro desse cenário, se faz necessário diferenciar incentivos fiscais de renúncia: o incentivo atrai indústrias e aumenta a arrecadação de ICMS, gerando emprego e renda”, afirmou.

Conheça os homenageados:

  • Rogério Faria: É vice-presidente da Stam Metalúrgica, sediada em Nova Friburgo. É o sucessor da gestão iniciada por seu pai; ajudou a tornar a companhia uma das mais conceituadas e modernas do país. Líder no mercado nacional de fechaduras e cadeados, com uma capacidade produtiva diária de 130 mil produtos e responsável por mais de mil empregos diretos. Preocupado com o desenvolvimento sustentável e com um futuro melhor para todos, sua empresa adotou novas práticas de governança corporativa. O resultado dessas ações foi o crescimento alcançado em mais de 40 anos de existência e a estabilidade financeira. Por isso, a empresa é constantemente premiada com os mais importantes troféus do segmento de material de construção.
  • Silvio Marini: Formado pela UFF como médico veterinário, com especialização na área de tecnologia de alimentos, Marini é presidente do Sindicato Rural de Cordeiro; membro do Conselho de Administração do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio de Janeiro (Sindlat) e do Conselho Administrativo da Federação da Agricultura do Estado do Rio de Janeiro. Em 1995, assumiu a presidência da Cooperativa Regional Agropecuária de Macuco, cargo que ocupa há 20 anos. A cooperativa tem grande importância no desenvolvimento da região, que congrega 22 municípios fluminenses.
  • Fernanda Hipólito: Empresária fluminense no setor de panificação, formada em jornalismo pelo Centro Universitário da Cidade. Habilidades em comunicação, gestão de pessoas e negócios, além de liderança empresarial e institucional, são suas principais aptidões e competências. Em 2018, recebeu a Medalha Tiradentes da Câmara Municipal do Rio de Janeiro e o prêmio Mulher de Destaque do Grupo Proativo. Atualmente é vice-presidente regional da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), presidente do Rio+Pão e está na direção da Padaria e Confeitaria Flor da Tijuca desde 2005.
  • Gladstone Santos: Ingressou na Faculdade de Direto da Uerj aos 17 anos. No mesmo ano, começou a trabalhar em uma indústria de embalagens plásticas flexíveis, a Ad-plast. Em 1989, a empresa se fundiu com a Embalagens Líder. Aos 20 anos, assumiu a diretoria comercial da Ad-Líder Embalagens. Foram 12 anos intensos, o que contribuiu de forma decisiva para a sua carreira profissional. Em 2006, fundiu e incorporou todas as empresas em um único endereço. Hoje, é sócio-fundador da Nova A3 Indústria e Comércio, uma das principais empresas da região Centro-Sul, gerando 200 postos diretos de trabalho. É também membro atuante na representação regional, onde desempenha a função de conselheiro; é associado ao Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Rio de Janeiro (Simperj); e presidente do Conselho Empresarial de Competitividade da Firjan.
  • Marcus Vinícius Rumen: Engenheiro eletricista e administrador de empresas com pós-graduação em gestão de empresas e marketing, atualmente responde pela unidade de negócios da Underberg do Brasil, empresa alemã, cujo produto principal tem presença em mais de 100 países. Atuou com destaque como diretor da Associação Brasileira de Bebidas por 10 anos, além de ser diretor-tesoureiro do Sindbebi e diretor da Câmara de Comércio Brasil-Alemanha. É ainda vice-presidente da Fundação São Joaquim de Assistência Social, que cuida de crianças e suas famílias em situação de risco, na comunidade do Borel, por meio de projetos próprios e em parceria com a Firjan SENAI SESI, Senac e UPP do Borel.
  • Ricardo Guadagnin: Com graduação em direito pela Universidade de Passo Fundo e MBA em direito empresarial pela FGV, Guadagnin atua na área de administração de empresas há mais de 40 anos. Após trabalhar na empresa da família por 15 anos – participando da instalação da unidade de fábrica de móveis seriados, em Itumbiara (GO) – fundou a empresa Garri de Cabo Frio. Criada em 2000, a fábrica produz e comercializa móveis com um diferencial: possibilita personalizar produtos em um curto prazo de entrega, com objetivo de dar a melhor solução para mobiliar e decorar o lar com qualidade. Além disso, é secretário-geral do Sindicato das Indústrias da Construção, Engenharia Consultiva e do Mobiliário de Niterói a Cabo Frio (Sindicem), membro do Conselho Empresarial de Competitividade da Firjan e vice-presidente da Firjan Leste Fluminense.
  • Roberto Badro: É diretor-presidente da VR Badro Comércio de Alimentos, fabricante de comida árabe. Sediada em Petrópólis, a empresa é uma das mais tradicionais do setor. Conhecida por Kafta, a companhia está completando 47 anos de atividade. Ao longo de todo esse tempo, o empresário manteve viva, na empresa, a história de dedicação e respeito da família com a culinária e seus clientes. Badro é também presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Petrópolis (Sindpaes) e do Sindicato das Indústrias de Cervejas e Bebidas em Geral, Produtos de Cacau e Balas, Doces e Conservas Alimentícias e Biscoitos de Petrópolis (Sindcer).

 

LEIA MAIS

Ópera Digital e Designtec Comunicação se unem e formam a DTO

Na pauta, a identificação de incentivos já existentes no estado que podem ser replicados no município

Ideia é definir áreas para atração de novas empresas, estimulando a geração de emprego e renda, beneficiando toda a sociedade

Publicidade
TAGS: negócios