Diploma Heloneida Studart homenageia projetos culturais da região

Dos 39 agraciados, três são da região: Bar América e Bar do Vovô, em Nova Friburgo, e Feira Literária de Santa Maria Madalena
domingo, 01 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Diploma entregue pelo deputado Wanderson Nogueira reconhece o incentivo à cultura no interior do estado (Divulgação)
Diploma entregue pelo deputado Wanderson Nogueira reconhece o incentivo à cultura no interior do estado (Divulgação)

Uma cerimônia marcada por muita emoção e reconhecimento. Assim foi a entrega do diploma Heloneida Studart, considerada a maior honraria cultural do Rio de Janeiro, semana passada no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro. Ao todo foram agraciados 39 estabelecimentos, instituições e pessoas que muito valorizam a cultura no estado do Rio. Três homenageados são da região: os bares América e do Vovô, de Nova Friburgo, e a Feira Literária de Santa Maria Madalena, homenageados pelo deputado estadual friburguense, Wanderson Nogueira (PSOL). 

O diploma Heloneida Studart é uma honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), através da Comissão de Cultura, da qual Wanderson é membro. Ele fez questão de destacar o potencial de cada um dos homenageados. Contou histórias sobre o Bar América e Vovô de Lumiar e também ressaltou o protagonismo da Flim no cenário da literatura da região, todos expoentes da cultura estadual, segundo o parlamentar. “Ter a possibilidade de coroar essas pessoas que fazem a diferença no dia a dia das cidades é maravilhoso. Tenho certeza que cada friburguense que conhece e já teve a possibilidade de conhecer estes espaços estão felizes com este reconhecimento. A cultura precisa ser cada vez mais valorizada”, destacou Wanderson. Vovô de Lumiar enviou uma representante para receber o prêmio, e festeja a conquista no próximo dia 19 de julho no tradicional Bar do Vovô, em Lumiar.

A contribuição de cada homenageado para a cultura:  

  • O Bar América, na Rua Monte Líbano, se destaca com o happy hour e o espaço é conhecido por ser bem democrático. Fundado na década de 40, preserva seu perfil clássico já tendo servido diversas gerações de boêmios. Rivana Abud, atual proprietária, promove às segundas-feiras literárias, onde são lidos poemas e textos. É o projeto Chopp com Letras. Já as quartas-feiras são dedicadas a gastronomia, tendo um prato feito por algum friburguense que manda bem na cozinha, dando a oportunidade dos clientes degustarem as delícias.
  • No Bar do Vovô, Dercy Klein, promove há mais de uma década a “Segunda sem Lei” que teve início despretensioso com músicos cantando e tocando violão na varanda do bar. Os encontros tornaram-se a maior Jam session da região. Muitas vezes os papéis se invertem e a plateia vai para o palco.
  • Já a Feira Literária de Santa Maria Madalena é realizada todo fim de agosto na terra de Dercy Gonçalves e todos os anos homenageia um autor diferente. Com um ar  intimista, o projeto movimenta escolas e espaços públicos e culturais, com diversas atrações. A programação incentivar a produção literária local com encontros de escritores da região, oficinas, dramatizações, recitais e exposições.
Publicidade
TAGS: