Dia do Meio Ambiente é celebrado com evento na Praça das Colônias

Atividade contou com participação de estudantes e distribuição de mudas de espécies nativas da mata atlântica
quarta-feira, 05 de junho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Dia do Meio Ambiente é celebrado com evento na Praça das Colônias

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta quarta-feira, 5, foi lembrado com um evento na Praça das Colônias, no Suspiro. Promovida pelo Projeto Agenda 21, a atividade contou com o apoio da Associação das Colônias dos Povos Formadores de Nova Friburgo (Ascofri); de um grupo de alunos da Escola Municipal Dante Laginestra, do distrito de Riograndina; da União Brasileira dos Trovadores  (UBT – seção Nova Friburgo), membros da Secretaria Municipal de Educação e do Tiro de Guerra do Exército.

“O Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data que merece destaque. No entanto, não basta apenas plantar uma árvore ou separar o lixo. É necessário que sejam feitas campanhas e programas de grande impacto, que mostrem a necessidade de mudanças imediatas em nossos hábitos diários de vida”, declarou Jorge Alves, o Jorge Natureza, coordenador da Agenda 21 em Nova Friburgo.

A Escola Dante Laginestra foi escolhida para participar do evento celebrativo do meio ambiente porque já é integrante do projeto Ascofri nas Escolas, que existe desde 2016 e estimula os jovens a aprenderem mais sobre os dez povos formadores de Nova Friburgo. Neste ano os estudantes vão trabalhar a cultura da Áustria. Sem deixar de lado a temática do meio ambiente, os alunos participaram de uma homenagem ao Dia do Meio Ambiente e fizeram uma apresentação demonstrando a importância da conscientização popular para a preservação do ecossistema. As crianças demonstraram que já sabem os males que a natureza pode sofrer se a população continuar insistindo em descartar o lixo em locais indevidos, poluindo os rios e promovendo desmatamento e queimadas, principalmente em áreas de preservação ambiental.  

“Já temos promovido algumas ações para levar aos alunos algumas noções de conscientização ambiental, já que eles são os agentes do futuro. Para que eles já tenham essa consciência ecológica, temos promovido algumas atividades que estimulam a reflexão sobre o tema. E esses cidadãos do amanhã têm assimilado bem o recado”, disse Anatália Moura, professora do 5º ano do ensino fundamental da Dante Laginestra.

O evento na Praça das Colônias contou ainda com a apresentação de uma trova sobre o meio ambiente lida pela trovadora e presidente da UBT Nova Friburgo, Elizabeth Souza Cruz. O ponto alto da cerimônia, no entanto, foi a distribuição de mudas de espécies nativas da mata atlântica que irão contribuir com o reflorestamento de áreas degradadas no município.

Poluição do ar

Este ano a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu como tema para estimular a reflexão pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, o combate à poluição do ar.  Segundo levantamento da Organização Mundial de Saúde, nove em cada dez pessoas estão expostas a altos níveis de poluição do ar, excedendo os limites considerados seguros pelo órgão.

Ainda de acordo com a OMS, atualmente sete milhões de pessoas no mundo morrem em decorrência da poluição do ar. Somente no Brasil, mais de 100 mil pessoas são mortas em consequência do problema. Segundo o estudo feito pela Organização, a poluição do ar é a maior vilã, sendo responsável pela maioria dos óbitos (70.685). Logo atrás, vem a poluição no ambiente de trabalho, causada por fumo passivo (18.512 mortos), e até mesmo água (15.315 mortes) e solo (10.592) contaminados.

LEIA MAIS

Entre as propostas estão melhoria da iluminação pública e novo laudo sobre as condições dos eucaliptos

Árvores foram cortadas em área de três mil metros quadrados

Evento mobilizou órgãos ambientais e secretários de meio ambiente da região

Publicidade