Detran Seguro vai aumentar fiscalizações nas ruas até o carnaval

Blitzes com apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária da PM serão realizadas na capital e em vários municípios do interior
quarta-feira, 15 de janeiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Detran Seguro vai aumentar fiscalizações nas ruas até o carnaval

Com vistas à segurança da população fluminense nas ruas e estradas do Estado do Rio durante as férias de verão até o carnaval, a operação Detran Seguro vai aumentar as fiscalizações nas ruas a partir dos próximos dias. As blitzes vão contar com o reforço de equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar e serão realizadas tanto na capital, como em vários municípios do interior. O Detran, no entanto, não divulgou os locais das operações. 

“O projeto Detran Seguro faz parte da nossa programação de férias e Carnaval, quando aumenta significativamente o fluxo no acesso às praias, no entorno dos blocos de rua e no interior. Queremos que todos se divirtam em segurança. E para isso, é imprescindível que os veículos estejam em boas condições, desde os ônibus aos automóveis particulares”, explicou Antonio Carlos dos Santos, presidente do Detran.

A operação Detran Seguro terá quatro fiscalizações por dia, em pontos diferentes do Rio de Janeiro. “A presença do Batalhão de Polícia Rodoviária é importante porque são policiais especializados em trânsito e que também garantem a segurança da operação. Preservar a vida no trânsito é uma preocupação constante do governo do Estado do Rio de Janeiro e por isso vamos cada vez mais reforçar as ações do Detran Seguro”, acrescentou o presidente.

A operação 

Lançada em abril de 2019, a operação Detran Seguro verifica a documentação do veículo e do motorista e ainda itens indispensáveis para a segurança no trânsito: pneus, lataria, vidros, placas de identificação, farol, comandos de seta e aferição de gases poluentes. 

Caso haja alguma irregularidade, os proprietários recebem uma notificação e têm sete dias para apresentar ao Detran a regularização das infrações constatadas. Caso a reapresentação não aconteça dentro do prazo, as notificações são transformadas em multa, e o veículo recebe uma restrição administrativa. A partir daí, se for flagrado em circulação, será removido.

Em nove meses de atuação, os agentes do Detran fizeram 611 operações em todo o Estado do Rio, aplicaram 17.032 autos de infração e abordaram 29.616 veículos. As infrações mais comuns foram mau estado de conservação do veículo (33,66%), veículo com licenciamento anual em atraso (29.36%), conduzir veículo sem carteira de habilitação (7,15%), não portar os documentos obrigatórios (3,75%) e conduzir veículo com o lacre de identificação violado/falsificado (3,7%).

 

LEIA MAIS

Folia começa hoje com desfile dos blocos de embalo

Mais de 58 mil pessoas se envolveram em acidentes nos últimos 10 anos

Obra ao longo de 160 metros da via é para substituição da rede de esgotos

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Trânsito