Descarte irregular de lixo é crime ambiental e dá cadeia

Deixado nas ruas de maneira incorreta, lixo causa danos ao meio ambiente e à saúde
sábado, 27 de abril de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
(Fotos: Henrique Pinheiro)
(Fotos: Henrique Pinheiro)

Os constantes flagrantes de lixo descartado irregularmente não podem ficar impunes. O tema, inclusive, será objeto de uma série de reportagens que A VOZ DA SERRA vai produzir até o Dia do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho.

Para orientar a população friburguense como proceder, pedimos a prefeitura para explicar como deve ser feito o descarte, o que fazer quando alguém é flagrado cometendo crime ambiental e quais as consequências do descarte ilegal.

 A prefeitura informou que, embora não tenha obrigação legal de recolher entulhos, realiza a coleta de lixo domiciliar, serviço concedido à Empresa Brasileira de Meio Ambiente (EBMA), mas não mede esforços para evitar que a cidade seja prejudicada pela grande quantidade de entulho que é deixada nas ruas, calçadas e terrenos. A prefeitura destaca a importância da conscientização na hora de descartar resíduos e apela para o exercício da cidadania, uma vez que, o descarte feito de maneira errada, causa prejuízos para o meio ambiente e também a sociedade, como a proliferação de doenças.

O descarte irregular de lixo e entulhos é considerado crime ambiental que dá multa (que pode variar de R$ 3 a R$ 4 mil) e detenção para quem for pego em flagrante. Se for identificado que o infrator é pessoa física, ele responderá pelo próprio ato. Caso o infrator esteja a serviço de uma empresa, ela será notificada e responderá pelo crime.

Moradores que sabem os locais que costumam ser usados para essa prática ilegal podem colaborar fazendo denúncias através do telefone da Secretaria de Meio Ambiente, o (22) 2525-9100, ou se dirigindo pessoalmente até lá, de segunda à sexta, das 9h às 18h. Registros de fotos e vídeos são válidos para o embasamento da denúncia.

 

LEIA MAIS

Local recebe entulho de obras, pneus, eletrodomésticos, entre outros materiais

Grande quantidade de lixo descartada nas ruas, de forma irregular, mostra que cidade não aprendeu com tragédias do passado

Publicidade