DER-RJ inicia reparo no trecho mais crítico da Serramar

Obra deve ser concluída em duas semanas. Erosão às margens da rodovia estadual põe em risco motoristas
sexta-feira, 15 de março de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
(Fotos: Divulgação)
(Fotos: Divulgação)

Devem ser concluídas em 15 dias as obras de recuperação do trecho mais crítico da RJ-142 (Estrada Serramar) que desmoronou com o deslizamento de uma encosta. A previsão é do Departamento de Estradas de Rodagem do estado (DER-RJ), que começou a realizar, em fevereiro, uma série de intervenções na rodovia que liga Nova Friburgo a Casimiro de Abreu, na Região do Lagos.

Funcionários do órgão constroem no local uma estrutura com sacos de solo cimento que deve evitar que a pista, sentido Friburgo, continue a desmoronar. O trecho, próximo de uma curva, está parcialmente interditado há meses. Motoristas precisam desviar, trafegando na contra-mão e com pouca visibilidade, já que não há iluminação pública no local, para evitar que o veículo caia no buraco gerado pela erosão do solo.

O DER-RJ retomou as obras na Serramar, sobretudo no trecho entre Lumiar e Casimiro, em fevereiro. Técnicos do órgão fizeram uma vistoria na rodovia para mapear os pontos mais críticos, como a cratera que se formou à beira do precipício, engolindo parte da rodovia. Já foram realizados serviços como roçada, limpeza de pista e melhorias operacionais de trafegabilidade, como a instalação de sinalização.

No mês passado, A VOZ DA SERRA mostrou, com vídeo e imagens do ambientalista e fotógrafo Ernesto Galiotto, que para além das belas paisagens, a estrada tem curvas estreitas e acentuadas com visibilidade prejudicada pelo mato alto; montes de terra de encostas invadindo o asfalto; subidas e descidas; buracos, crateras e erosões sinalizadas de improviso, algumas beirando precipícios.

Em vídeo feito em janeiro, Galiotto, que tem casa em Cascata, à beira da Serramar, fez o mapeamento de todos os problemas da estrada, flagrou acidentes e lançou um alerta nas redes sociais, pedindo ações imediatas diante da iminência de acidentes com risco de mortes. Ele listou cinco pontos de altíssimo perigo, incluindo a cratera à beira do abismo e a ponte que só dá passagem a um veículo por vez.

LEIA MAIS

Maioria das ocorrências foi registrada durante o feriadão de carnaval. Concessionária Rota 116 aderiu à campanha do DER

Publicidade
TAGS: DER | Serramar