Depois do Alto de Olaria, Cascatinha também tem troca de tiros

Pistola de uso restrito e munições do tráfico são apreendidas na mata
terça-feira, 14 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A arma  encontrada na mata (Foto: 11 BPM)
A arma encontrada na mata (Foto: 11 BPM)

 Ao investigar informações de que traficantes do Alto de Olaria se deslocariam na manhã da última segunda-feira, 13, para uma mata no bairro Cascatinha, afim de camuflar uma carga de drogas, policiais do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), do 11º BPM, foram à tal mata e entraram em confronto com os suspeitos. Após o tiroteio, os PMs encontraram marcas de sangue na vegetação, sinal de que um dos traficantes se feriu no confronto.   

Seguindo o rastro de sangue, os PMs chegaram até o local onde estavam escondidos  uma pistola calibre 9 milímetros e mais 15 munições de diferentes calibres. A arma encontrada é de uso restrito das Forças Armadas e foi encaminhada para a 151ª DP, onde o caso foi registrado. O comando do 11ºBPM informou às unidades de saúde do município sobre um possível baleado na cidade e ainda fez outras incursões na mata, a fim de localizar os suspeitos, mas ninguém foi preso.

Na noite do último sábado, 11, outra equipe também do Patamo foi recebida a tiros durante uma operação de combate ao tráfico de drogas no Alto de Olaria. Segundo o comando do batalhão, o confronto ocorreu na Rua Cândido Pardal, no conjunto habitacional Amarelinho. Após a troca de tiros os PMs conseguiram recuperar cartuchos vazios calibres nove e doze milímetros. O caso foi registrado na delegacia como tentativa de homicídio.

 

LEIA MAIS

Um deles, ainda foragido, seria a ponte entre traficantes da facção criminosa na cidade, no Rio e em Caxias

Em Cantagalo, PM acaba com festa em sítio embalada por drogas e leva 11 pessoas presas

Menor em fuga deixou para trás sacola com 78 pinos de cocaína

Publicidade
TAGS: arma | tráfico