Cultivo de orgânicos em Friburgo está em franca expansão

Agricultura sem agrotóxicos registrou no estado do Rio aumento de produção de 15% a 25% ao ano
sábado, 31 de agosto de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Cultivo de orgânicos em Friburgo está em franca expansão

A produção de orgânicos em Friburgo, que atrai cada vez mais pessoas, está em franca expansão. Os produtos são encontrados nas prateleiras de supermercados, nos restaurantes, nas feiras. São frutas, hortaliças, grãos, derivados do leite, e flores, sem substâncias que coloquem em risco a saúde do homem do campo e dos consumidores. 

Em um terreno a 1.800 metros acima do nível do mar, com água puríssima, solo perfeito e barreiras naturais de proteção, o casal Jovelina Fonseca e Luiz Paulo criou o Sítio Cultivar, há mais de 25 anos, com seis hectares de plantio. Entre particulares e comerciantes, são fornecedores regulares de hortaliças naturais para todo o município e arredores.

A agricultura orgânica registrou no estado do Rio de Janeiro aumento de produção de 15% a 25% ao ano, gerando emprego e renda de forma sustentável no campo, com 721 produtores certificados pelo Ministério da Agricultura distribuídos em 60 municípios fluminenses.

O Sítio Cultivar, fundado em 1991, é um dos pioneiros na produção de orgânicos no estado. Em busca de qualidade de vida e de alimentos sem agrotóxicos, o casal Jovelina Fonseca e Luiz Paulo Ribeiro deixou a cidade do Rio de Janeiro e veio morar e plantar em Friburgo.

No início, familiares e amigos não acreditavam no empreendimento. Hoje, passados quase 30 anos, eles são a prova de que é possível produzir alimentos orgânicos sem agredir o meio ambiente. “Chegamos a plantar 40 espécies diferentes para ver o que era possível produzir sem fertilizantes químicos e agrotóxicos”, disse Jovelina, hoje viúva, mas ativa e dando continuidade ao trabalho iniciado com o marido.

Em 42 hectares, o sítio produz mais de 14 variedades de verduras e legumes. Por mês, são cerca de sete mil itens, entre produtos in natura e os minimamente processados, ou seja, lavados, cortados e prontos para o consumo. A produção é comercializada em supermercados locais e lojas do Rio de Janeiro. 

Para estimular as práticas agroecológicas e apoiar quem já atua na área, a Secretaria de Agricultura e Pesca criou o Programa Cultivar Orgânico, que prevê recursos financeiros para investimento nas lavouras e assistência técnica para produção, além da aproximação com os circuitos de comercialização.

 

LEIA MAIS

Em primeiro lugar, não acredite em tudo o que você vê na internet...

Nutricionista comenta aspectos positivos e negativos de duas dietas da moda

“A minha futura profissão, por semear a saúde e melhorar a qualidade de vida, é necessária e linda”, diz formando em Nutrição

Publicidade
TAGS: nutrição | saúde