A cronologia da crise na Saúde de Nova Friburgo - Parte 2

Série em três capítulos destaca os principais episódios que marcaram a gestão do setor no município desde a transição de governo, em 2016
quinta-feira, 11 de julho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A cronologia da crise na Saúde de Nova Friburgo - Parte 2

Dando continuidade à cronologia dos principais atos administrativos ao longo da atual gestão municipal no âmbito da Secretaria de Saúde, A VOZ DA SERRA relembra o turbulento ano de 2018, marcado por um grande quantitativo de contratações emergenciais, reconhecimentos de dívidas e cancelamentos de pregões. Alguns destes procedimentos são atualmente objeto de investigação de CPI e da Polícia Federal.

3 de janeiro de 2018: é publicado o Extrato de Instrumento Contratual em que o município e a empresa Tecnomed Serviços Técnicos de Equipamentos Biomédicos firmam, sob regime emergencial de até 180 dias, no valor de R$ 720.000,00, para a prestação de serviços de manutenção corretiva com o objetivo de atender as necessidades da rede municipal de saúde.

22 de janeiro de 2018: é publicado Termo de Ajustamento de Contas entre o município e a empresa Caminhos Dourados Fretamento e Aluguel de Veículos, resultante da prestação de serviço de transporte de pacientes do TFD (Tratamento Fora do Domicílio), referente ao período de 10/05/2017 à 29/06/2017, no valor de R$ 333.413,48.

23 de janeiro de 2018: é publicado Termo de Ajustamento de Contas entre o município e a empresa Global Trade Indústria de Alimentação, que tem por objeto o pagamento pelo fornecimento de alimentação aos pacientes, acompanhantes, funcionários e demais pessoas autorizadas no Hospital Raul Sertã, referente ao período de 25/10/2017 a 23/12/2017, no valor de R$ 733.494,14.

25 de janeiro de 2018: Autorização de despesa em favor da empresa Tecnomed Serviços Técnicos de Equipamentos Biomédicos no valor de R$ 120.760,00, para contratação, novamente emergencial, de empresa especializada para manutenção corretiva para atender as necessidades das Unidades Básicas de Saúde e dos hospitais Maternidade Dr. Mário Dutra de Castro (foto) e Raul Sertã pelo período de 180 dias.

26 de janeiro de 2018: Aviso de Cancelamento do Pregão Presencial 068/2016 suspendendo o processo licitatório para contratação de empresa para fornecimento de nutrição e alimentação hospitalar para atender às necessidades dos pacientes e funcionários do Hospital Raul Sertã.

2 de fevereiro de 2018: outra publicação cujo favorecido é a empresa Tecnomed. A autorização de despesa é de R$ 1.444.560, para contratação, novamente emergencial, de empresa especializada para manutenção corretiva para atender as necessidades das Unidades Básicas de Saúde e dos hospitais Maternidade e Raul Sertã pelo período de 180 dias.

8 de fevereiro de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual assinado em 02/01/2018, entre o município e a empresa Global Trade para prestação de serviços de nutrição e alimentação hospitalar a pacientes (adultos e infantis), acompanhantes legalmente instituídos e funcionários do Hospital Raul Sertã, no prazo de 180 dias e no valor de R$ 3.391.200.

11 de abril de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual entre o município e a empresa Air Liquide Brasil, reconhecendo dívida resultante do fornecimento de oxigênio a granel e gases hospitalares pela confitente credora durante o período de junho a dezembro de 2017, sem cobertura contratual e prévio empenho, no valor de R$ 419.499,18.

20 de junho de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual concernente a contrato de 06/06/2018, entre o município e a empresa GMB Comércio e Serviços. O objeto é a manutenção corretiva com reposição de peças da rede de gases dos hospitais Raul Sertã e Maternidade (oxigênio, ar comprimido e vácuo), no valor de R$ 236.800,00, pelo prazo de 180 dias, com fundamento legal no artigo 24 da lei 8666/93.

6 de julho de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual assinado em 04/07/2018, entre o município e a empresa Caminhos Dourados, para prestação de serviços de transporte de passageiros (pacientes e acompanhantes) oriundos da Central de Regulação/TFD, Vigilância em Saúde Auditiva, Programa Melhor em Casa e Caps (AD II e I) da Secretaria Municipal de Saúde, pelo prazo de 180 dias, no valor de R$ 2.147.674.

12 de julho de 2018: é publicada a homologação de licitação e autorização de despesa do processo 1.830/2017, cujo objeto é aquisição sob demanda de material médico hospitalar para atender às necessidades de toda a rede municipal de saúde de Nova Friburgo.

25 de julho de 2018: é publicado expediente de 23/07/2018, em favor da empresa Air Liquide Brasil. A despesa refere-se à aquisição, mais uma vez emergencial, de oxigênio medicinal e gases hospitalares, para atender às necessidades pelo período de 180 dias do Hospital Raul Sertã, no valor de R$ 277.557,00; e do Hospital Maternidade, no valor de R$ 75.543,15.

13 de agosto de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual entre o município e a empresa Global Trade. O objeto é a prestação de serviços de nutrição e alimentação hospitalar a pacientes (adultos e infantis), acompanhantes legalmente instituídos e funcionários do Hospital Raul Sertã, no valor: R$ 2.959.957,25, pelo prazo de 180 dias. Importante lembrar que no dia 6 de agosto havia sido solicitada a tomada de contas pelo prefeito em exercício, Marcelo Braune, para abertura de processo administrativo a fim de apurar responsabilidades pela reiterada ocorrência de contratação emergencial com dispensa de licitação.

28 de agosto de 2018: é publicado expediente de 23 de agosto de 2018 em favor da empresa Tecnomed. A despesa trata de contratação, mais uma vez emergencial, para prestação de serviços de manutenção corretiva para atender as necessidades da rede municipal de saúde: Hospital Raul Sertã, no valor de R$ 1.141.118,28; Hospital Maternidade, no valor de R$ 161.517,10 e Programa de Atenção Básica, no valor de R$ 43.340,42.

30 de agosto de 2018: Ministério Público Federal (MPF) requisita à Polícia Federal a instauração de inquérito policial para investigar a contratação, sem licitação, da empresa Global Trade pela Secretária Municipal de Saúde. Inquérito objetiva apurar a possível prática de crime na dispensa da licitação, em desacordo com a lei federal 8.666/93 (Lei de Licitações). Após a publicação desta notícia, a contratação de empresa para manutenção corretiva que havia sido publicada dois dias antes foi abandonada, e não avançou para assinatura de contrato, apesar da alegação de emergência.

11 de setembro de 2019: é publicada a portaria 866, de 5 de setembro de 2018, com a exoneração de Christiano Huguenin (foto) do cargo de secretário municipal de Saúde, ao mesmo tempo em que o nomeia para exercer o cargo de secretário municipal da Casa Civil – EGCP, com efeitos administrativos a partir de 5 de setembro de 2018.

Também é publicada a portaria 867, de 5 de setembro de 2018, na qual há a designação de Tânia da Silva Trilha (foto) para responder interinamente pelo cargo de secretária municipal de Saúde, com efeitos administrativos a partir de 5 de setembro de 2018. Era a quinta secretária à frente da pasta, e a terceira em situação de interinidade.

12 de setembro de 2018: O presidente da Câmara Municipal, vereador Alexandre Cruz, acolhe o pedido de abertura de CPI para apurar e investigar a sucessiva contratação emergencial, no período de 2017 e 2018, da empresa Global Trade na prestação de fornecimento de alimentação para o Hospital Raul Sertã, proposto pelo vereador Zezinho do Caminhão e apresentado na sessão de 4 de setembro de 2019, com assinatura de 19 dos 21 vereadores.

17 de setembro de 2018: coletiva de imprensa convocada pelos vereadores Professor Pierre, Zezinho do Caminhão, Johnny Maycon, Marcinho e Wellington Moreira apresenta peça investigativa que demonstra múltiplos indícios de fraude no processo 1.830/2017 (aquisição sob demanda de material médico hospitalar). Segundo o documento, protocolado no MPF na mesma semana, teria sido identificado favorecimento a empresas em prejuízo de outras, mediante apresentação de pareceres supostamente direcionados de setores de enfermagem do Hospital Raul Sertã, redundando em mais de R$ 500 mil em dano aos cofres públicos municipais, considerando apenas os valores relativos a seringas, integradores químicos e indicadores biológicos. Diante das apurações do Poder Legislativo, a secretária de Saúde Tânia Trilha optou por excluir parte desses itens da autorização de pagamento. Inquérito aberto pelo MPF segue com apurações em sigilo.

3 de outubro de 2018: é publicada a portaria 930, com a exoneração de Tânia Trilha do cargo, em comissão, de subsecretária de Atenção Hospitalar da Secretaria Municipal de Saúde, e nomeação da mesma para efetivamente exercer o cargo de secretária municipal de Saúde, com efeitos administrativos a partir de 1º de outubro de 2018.

25 de outubro de 2018: é publicado Termo de Reconhecimento de Dívida do município com a empresa Global Trade, resultante do fornecimento de refeições ao Hospital Raul Sertã, sem a necessária cobertura contratual, durante o período de 01/07/2018 a 15/07/2018 e 16/07/2018 a 05/08/2018, no valor de R$ 474.713,82.

26 de outubro: Passados quase 60 dias desde a publicação de 28 de agosto, o processo 18.977/2018 volta a ser mencionado em publicação no Diário Oficial. Desta vez, em expediente datado de 25 de outubro, no qual consta redimensionamento do preço da contratação emergencial da empresa Tecnomed de R$ 1.345.975,80 para o valor de R$ 720.000,00. Ou seja, uma redução de R$ 625.975,80.

31 de outubro de 2018: é publicado Extrato de Instrumento Contratual entre o município e a empresa Air Liquide Brasil para o fornecimento de oxigênio medicinal e gases hospitalares para atender aos hospitais Raul Sertã e Maternidade, no valor de R$ 353.100,15, pelo prazo de até 180 dias.

11 de dezembro de 2018: É lido na sessão da Câmara Municipal relatório da visita de fiscalização legislativa ao Hospital Raul Sertã que aponta vários problemas, como grave falta de medicamentos, materiais médico-hospitalares, condições inadequadas de setores e de trabalho dos funcionários, ausência de equipamentos, além do atraso nas obras e outros aspectos. O documento foi encaminhado pela Comissão de Saúde da Câmara a vários órgãos, como aqueles de representação profissional e ao Ministério Público.

No mesmo dia é publicada a homologação de licitação e autorização de despesa do processo licitatório 1.512/2018, para a contratação de empresa especializada para a prestação de serviço de nutrição e alimentação no Hospital Raul Sertã, em favor da Global Trade, que cotou o menor preço com lote único no valor total de R$ 4.237.800,00, representando grande economia em relação ao valor praticado nos 12 meses anteriores.

27 de dezembro: Após 143 dias cessa o processo emergencial 15209/2018. Finalmente, fecha-se o ciclo de emergenciais no âmbito dos serviços de alimentação do Raul Sertã.

LEIA MAIS

Prefeitura reconheceu problema técnico na unidade de Conselheiro. Já Ministério da Saúde admitiu problema com distribuição da pentavalente

Órgão é contra homologação do acordo, entre governo e empresa, que reajustou passagens dos ônibus no mês passado

Duas remessas somam mais de R$ 13 milhões e contemplam quase 300 itens que estavam em falta ou com estoque baixo no almoxarifado da Secretaria de Saúde de Friburgo

Publicidade
TAGS: saúde | Governo