Convocados mais 113 do concurso de 2015: AVS publica lista

Maioria das vagas é para educação. Chamada coincide com polêmica sobre contratação por temporários com menor salário
quinta-feira, 19 de julho de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Foto de capa

A Prefeitura de Nova Friburgo está convocando mais 113 candidatos aprovados no concurso público de 2015. A maioria das vagas são para a educação. O edital com a lista dos nomes e as orientações para posse nos cargos estará publicada na edição desta sexta-feira, 20, de  A VOZ DA SERRA.

Estão sendo chamados 56 professores das séries iniciais, cinco professores de ciência, três professores de geografia, dois professores de história, cinco professores de língua portuguesa, dois professores de língua inglesa, um professor de matemática, um professor de educação física, três professores de educação artística, dois professores de informática educacional, 12 merendeiras, três inspetores de alunos, três orientadores educacionais, três orientadores pedagógicos, um pedagogo, seis auxiliares de creche, três secretários escolar, um auditor contábil e um mecânico.

Os candidatos convocados deverão comparecer à Secretaria Municipal de Educação, no Centro Administrativo César Guinle (antigo prédio da Oi), na Avenida Alberto Braune, 224, 3º andar, no Centro – do próximo dia 23 de julho a 10 de agosto, das 10h às 17h – para apresentação dos originais e entrega das cópias dos documentos listados no edital 25/2018.

Com todos os documentos de acordo, o candidato vai assinar o Termo de Aceitação para Provimento de Cargo Efetivo e, em seguida, será encaminhado para avaliação médica em data, local e horário indicado pela Subsecretaria Municipal de Recursos Humanos. Essa etapa é obrigatória.

No ato da posse, deverá preencher a declaração de acumulação ou não acumulação de cargos/empregos/funções e a declaração de não ter sido demitido ou exonerado de serviço público em consequência de aplicação de pena disciplinar após sindicância nos últimos dois anos. O novo servidor já deverá entrar em exercício e fica sujeito ao estágio probatório pelo período de três anos.

Temporários para a educação

A prefeitura deve encaminhar até esta sexta-feira, 20, à Câmara o texto substitutivo do projeto de lei que prevê a contratação de profissionais para acompanhar alunos com necessidades especiais em creches e escolas do município. O texto teve que ser alterado depois da polêmica que causou devido ao baixo salário previsto.

De acordo com a proposta original, seriam contratados até 200 mediadores educacionais, por meio de um processo seletivo simplificado, pelo prazo mínimo de seis meses. Eles receberiam R$ 487,38, para uma jornada diária de quatro horas e meia. O cargo exigia ensino médio com formação de professores ou curso superior em pedagogia.

Em reunião na última quarta-feira, 18, o governo fez mudanças no texto, sobretudo no que tange aos requisitos do cargo e ao salário. O substitutivo ao projeto de lei está pronto deve ser encaminhado ao legislativo até esta sexta-feira, 20, para ir à votação na próxima segunda-feira, 23, em sessão extraordinária, já que o legislativo entrou em recesso nesta quarta-feira, 18.

 

LEIA MAIS

Classificados que faltam agora só devem ser chamados em 2019, segundo o presidente Alexandre Cruz

Prefeitura fez seleção de 58 médicos e sete farmacêuticos temporários. Veja a lista aqui

Recurso deve ser protocolado até esta sexta. Prefeitura oferece 65 vagas para médicos e farmacêuticos

Publicidade
TAGS: Concurso