Conselheiro terá monumento em homenagem ao trabalhador friburguense

Obra de Felga, feita com ferramentas usadas, está em fase de acabamento e é financiada por empresários
terça-feira, 17 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Felga, Lucimar e sua obra (Divulgação)

O artista plástico friburguense, João Baptista Felga de Moraes, através do Instituto Felga e Gracias, irá inaugurar mais uma de suas obras, desta vez, no distrito de Conselheiro Paulino. A nova peça, ainda em fase de acabamento, é uma homenagem ao trabalhador friburguense e será instalada na entrada da ponte de acesso ao bairro, na Rua João Alberto Knust. A data da inauguração, no entanto, ainda não foi divulgada.

Chamado de “Dois Séculos de Trabalho”, de acordo com Felga, o monumento representa o trabalho e por isso sua construção será feita com ferramentas usadas, simbolizando o suor do trabalhador. Ainda segundo ele, todas as obras de arte do Instituto Felga e Gracias são realizadas com o apoio e doação de empresários: "Fizemos contato com a subprefeita Lucimar para autorizar porque a gente trabalha sempre, graciosamente, com doação para a cidade. É um trabalho de doação contando com a iniciativa privada e com os amigos”, explicou.

Felga já expôs suas obras em diversos países através de intercâmbios e exposições culturais. Em Nova Friburgo, sua arte está espalhada em vários lugares da cidade, entre espaços públicos e privados, totalizando 24 monumentos. Algumas de suas obras são: Mão Amiga, homenagem à Polícia Militar, localizada em frente ao 11° Batalhão da PMERJ; O Cisne, no Sanatório Naval de Nova Friburgo; o "Bombeiro Herói”, na sede do no 6º Grupamento de Bombeiros Militar; e a Caravelas de D. João VI, na Praça da Criança, em parceria com o Grupo de Arte, Movimento e Ação (Gama).

Somam-se a essas obras ainda: “O Empreendedor Social”, uma homenagem a entidades sociais, na Praça do Suspiro; “À bravura, dignidade e estoicismo do povo friburguense”, também na Praça do Suspiro; o monumento em louvor a São José de Anchieta, instalado no colégio homônimo; e a peça homenagem à Defesa Civil, localizada no trevo de Duas Pedras.

 

LEIA MAIS

Parte do projeto Anexo Jovem, iniciativa tem como objetivo valorizar talentos locais

Arqueiro e Victor Iervolino apresentam Organismos Pluricelulares e Objetos

Artista plástico procura prolongar ciclo existencial da madeira

Publicidade
TAGS: Arte