Com apoio do MTP de Friburgo, espetáculo de dança trata do trabalho infantil

Apresentação artística em Cachoeiras teve a participação de 62 jovens bailarinas em 18 coreografias
segunda-feira, 16 de dezembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O espetáculo em Cachoeiras (Fotos de divulgação)
O espetáculo em Cachoeiras (Fotos de divulgação)

Foi realizado neste domingo, 15, na Vila Olímpica de Cachoeiras de Macacu, com o apoio do Ministério Público de Nova Friburgo, o espetáculo de dança “InVisíveis”, cujo tema retrata a luta contra
exploração do trabalho infantil. A apresentação artística contou com 18 coreografias e a participação de 62 bailarinas, alunas do Grupo de Dança Mundo Rosa, de Cachoeiras, sob a coordenação
da coreógrafa e professora de balé clássico Tatiane Muniz.

A apresentação teve como objetivo pedagógico tratar da temática do trabalho Infantil em seus diversos aspectos, informando sobre a relevância e preocupação com esse fato social tantopara as crianças e
adolescentes. Além de alertar pais e responsáveis sobre o quanto é importante debater esse assunto na sociedade.

Foram apresentados na peça os dados relativos ao trabalho infantil no país, as repercussões negativas para as crianças e adolescentes vitimados, os reflexos físicos, psicológicos e sociais, exemplos de trabalhos
mais comuns exercidos ilegalmente por crianças e adolescentes que integram a Lista das Piores Formas de Trabalho Infantil (Lista TIP), como o trabalho no lixão, doméstico, como garçonete em local
que vende bebidas alcoólicas e venda de drogas, entre outros.

Segundo o procurador do Trabalho Jefferson Rodrigues, o evento, além do cunho social, teve a arte como grande aliada para mostrar o que é o trabalho infantil e seus diversos aspectos, alertando a
sociedade quanto aos males do trabalho precoce.

LEIA MAIS

Evento reúne mais de 200 bailarinos de companhias do Rio e de Minas

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: dança