Colégio estadual em Campo do Coelho está sem luz há uma semana

Provas tiveram que ser adiadas e alunos não conseguem recarregar cartões Riocard. UPA também teve apagão
terça-feira, 26 de setembro de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa
A UPA sem luz na manhã de segunda (Foto de leitor)

A aplicação de provas no Colégio Estadual Eduardo Breder foi suspensa temporariamente porque, desde a última quarta-feira, 20, a unidade, no distrito de Campo do Coelho está sem energia elétrica. Os professores não conseguem imprimir os testes e os alunos não podem recarregar os cartões Riocard Escolar que lhe garantem viagens gratuitas nos ônibus urbanos na ida e na volta da escola.

“Eu tive que emprestar o meu cartão ao meu filho para que ele possa ir a escola. Em semana de prova, os professores não podem tirar xerox por falta de luz. Os alunos estão tendo aula de manhã, mas os estudantes do período da tarde são liberados mais cedo”, contou Marina Bastos Schottz, mãe de um aluno do 1º ano do ensino médio.

Segundo o presidente do Grêmio Estudantil, Jonathas Benett Nideck, na manhã da última quarta-feira, 20, houve um estouro em um transformador da escola. O fornecimento foi retomado, mas, no fim da tarde, houve outro problema no equipamento.

“Estamos sem luz desde então. Não sabemos se há algo sobrecarregando a energia na escola”, disse Jonathas, aluno do 3º ano do ensino médio. “Apesar de estarmos tendo aulas, os professores estão liberando alunos da tarde mais cedo. Os estudantes não estão conseguindo carregar o Riocard e os motoristas dos ônibus não liberam a catraca para os estudantes”, reclamou o aluno.

Ele também afirmou que a escola está sem representantes na direção, porque uma diretora está de licença médica e outra tirou alguns dias de férias. Esta última deve voltar às atividades ainda esta semana. Há uma secretária na escola. Jonathas ainda relatou que uma faxineira estaria exercendo a função de coordenadora. O rapaz também disse que falta porteiro no colégio.

A Secretaria estadual de Educação (Seeduc) informou que uma empresa especializada esteve no Colégio Estadual Eduardo Breder, em Nova Friburgo, para verificar a situação e a possibilidade de reparo ou troca do aparelho. As aulas na unidade, que não funciona em período noturno, estão acontecendo. 

Em relação às denúncias de que a escola está sem direção e que uma faxineira está em um cargo de coordenação, as informações não procedem, segundo a secretaria. 

UPA sem luz

A falta de energia elétrica também atrasou o atendimento aos pacientes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no distrito de Conselheiro Paulino, na manhã desta segunda-feira, 25. Nas redes sociais, vários usuários reclamaram que ficaram horas esperando por uma consulta médica. “Eu cheguei lá às 15h e só saí às 17h”, disse Thalita Neves. A direção da UPA informou que o fornecimento de energia elétrica teve que ser interrompido por cerca de 40 minutos devido a uma manutenção nos fios de um gerador. “Foi uma medida preventiva para evitar problemas maiores adiante”, disse a coordenadora administrativa da unidade 24 horas, Lívia Adami. “Todos os pacientes foram atendidos após o retorno da iluminação”, garantiu ela.  

 

LEIA MAIS

Programa federal oferta cursos gratuitos à distância em parceria com universidades do Rio Grande do Norte e Alagoas

Friburgo está entre cidades contempladas com possibilidades de matrícula

Nas escolas estaduais, alunos têm até o dia 22 deste mês para se inscrever

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Educação