Clubes e cachoeiras: opções para quem não tem “amigo com piscina”

Sesi, Feiticeira, Adutora, Barbarô e Ananias oferecem dias inteiros de lazer por preços convidativos
sábado, 12 de janeiro de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A piscina do Sesi na última quarta-feira à tarde: opção de lazer no verão (Fotos: Henrique Pinheiro)
A piscina do Sesi na última quarta-feira à tarde: opção de lazer no verão (Fotos: Henrique Pinheiro)

Nestes dias de calor na serra, longe de praias e com cachoeiras lotadas nos fins de semana, virou piada pronta nas redes sociais: mande um “oi, sumido!” para aquele inesquecível amigo de verão que more em casa com piscina. Como nem sempre rola um convite, vale buscar a opção de clubes onde se pode desfrutar das disputadas águas azuis por preços bem camaradas.

É o caso do Clube Sesi, na Vila Amélia, onde a quantidade de associados costuma triplicar, chegando a três mil pessoas, durante a alta temporada, segundo o coordenador de Esporte e Lazer, Oton Lima. Em domingos de sol, a piscina semi-olímpica chega a receber em torno de 450 banhistas. “Parece uma praia”, compara Oton. De fato, só falta a areia.

Assim como os principais clubes de lazer da cidade consultados por A VOZ DA SERRA (Country, Sociedade e Caledônia), o Sesi não oferece “day-use”. Mas o valor da mensalidade é para lá de convidativo: por R$ 44,50, qualquer pessoa pode aproveitar toda a infraestrutura do parque aquático, que inclui sauna, quadras de esportes, mesas de pingue-pongue e totó. Se for funcionário de qualquer empresa conveniada ao sistema Firjan/Sesi, as condições são mais especiais ainda: apenas R$ 13,50 por mês.

Com base num levantamento realizado recentemente, Oton assegura que o Sesi oferece o melhor custo-benefício quando comparado às mensalidades de outros clubes da cidade, em contratos individuais. Por valores à parte, são oferecidas ainda academia (de R$ 97,50 a 122,50), aulas de natação (de R$ 95,50 a R$ 119,50), hidroginástica (de R$ 95,50 a R$ 119,50), pilates (de R$ 73,50 a R$ 92) e futsal (de R$ 62,50 a R$ 78,50), que dão direito ao uso do parque aquático.

Para frequentar, os documentos necessários são identidade, CPF, comprovante de residência e foto. Caso o interessado seja funcionário de empresa conveniada, deve levar também a carteira de trabalho e o último contracheque. A recepção funciona de segunda a sexta, das 7h às 19h. Já o clube abre de terça a sexta, das 8h às 20h30, e fins de semana das 9h às 19h.

Cachoeiras e piscinas naturais, as estrelas do verão

Com a praia mais próxima a cerca de 100km, resta aos friburguenses correr para piscinas e cachoeiras para se refrescar. Se as cachoeiras mais fascinantes estão na região de Lumiar, o bairro da Cascatinha, a menos de 10km do Centro, também oferece quedas d'água que não deixam nada a dever. As cachoeiras mais famosas do bairro são a Feiticeira e a da Adutora.

A Feiticeira (foto acima) fica após uma "trilha ladeira abaixo" localizada na Estrada Pico da Caledônia, na altura do Hotel Fazenda Caledônia Inn. A descida é íngreme, com muitos tocos, valas e pedras escorregadias no caminho.

Já a cachoeira da Adutora (foto abaixo), localizada na Estrada São Lourenço, tem dois pontos de acesso. Na parte de cima, diversas piscinas naturais se formam em meio às pedras e muitas pessoas costumam ficar na parte onde a mata é mais fechada para ter acesso às sombras das árvores. No outro ponto de acesso, onde se desce mais um pouco pela trilha formada mata adentro, uma caminhada de cerca de cinco minutos leva você a um espaço mais aberto, com mais áreas para se estabelecer e aproveitar a água de rio. Os frequentadores preferem esta segunda parte por conta da queda d’água que existe no local, onde se forma uma piscina natural.

Há ainda as piscinas naturais, onde são cobrados valores módicos, por volta de R$ 15, por um dia inteiro de lazer. A Piscina do Ananias (foto abaixo), no alto da Estrada da Torre, é um dos lugares mais procurados, mas este ano só vai abrir a partir de 15 de janeiro.  São oito mil metros quadrados com duas piscinas naturais, dois bares, um campinho de futebol, churrasqueiras, sinuca, karaokê e sauna a vapor.

Também na Estrada da Torre, só que mais embaixo, perto do ponto final dos ônibus, fica o Barbarô (foto abaixo). Com 8.843 m² e uma área verde exuberante que se mistura com a área construída,  o clube oferece um contato com a natureza de primeira qualidade. São duas piscinas naturais, uma quadra gramada de vôlei, um bar que oferece comida e bebida, churrasqueiras espalhadas pelo local onde as pessoas podem queimar uma carninha, além de área de lazer para as crianças.

Outra opção para fugir do calor é  o Parque Municipal Juarez Frotté (foto abaixo), com entrada franca. Tem diversas trilhas para caminhadas que levam a mirantes e o Viveiro Educandário, projeto que consiste no reaproveitamento de cones de linhas de costura industrial para o cultivo de árvores nativas da Mata Atlântica.

LEIA MAIS

Em Friburgo temperaturas devem variar enhtre 10 e 18 graus durante a semana

Na Região Serrana, cidade perde apenas para Petrópolis; outros destinos mais procurados são Búzios, Paraty, Niterói e Ilha Grande

Na sexta e no sábado sistema de alta pressão deve voltar a influenciar o tempo: sol deve reaparecer entre nuvens

Publicidade