Cineclube Lumiar comemora 10 anos com programação especial

Atrações, desta sexta-feira até domingo, incluem mostra de filmes e debates
terça-feira, 20 de fevereiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Cineclube Lumiar comemora 10 anos com programação especial

O Cineclube Lumiar está completando dez anos de atividades ininterruptas este ano e, para comemorar, está organizando uma programação ainda mais especial para este fim de semana. A série de eventos começa na próxima sexta-feira, 23, e inclui mostra de filmes nacionais e internacionais além de debates sobre os mais variados temas. Com entrada franca, as atrações acontecem na Tribuna Livre Cultural, no centro de Lumiar, e contará com a participação de vários convidados.

 A primeira exibição do evento será do longa “Gabriel e a Montanha”, às 19h. O filme de Fellipe Barbosa conta a história real de Gabriel Buchmann. Gabriel é um jovem aventureiro cheio de planos. Antes de se preparar para a vida acadêmica na Universidade da Califórnia, ele decide ir para a África. Durante a viagem, o jovem decide subir o Monte Mulanje, um dos mais altos do Malawi. A classificação etária do filme é 14 anos e após a sessão haverá um bate-papo com o ator e protagonista João Pedro Zappa.

No sábado, 24, às 17h, é a vez da sessão ‘Território Rural’, uma seleção de filmes produzidos pelo Ponto de Cultura Rural sobre os modos de ser e viver na roça. Após esta exibição também haverá bate-papo com os idealizadores. No mesmo dia, às 19h, tem a sessão ‘Alvorada Serrana’, uma seleção de trabalhos audiovisuais produzidos em Nova Friburgo, feitos por jovens realizadores e com curadoria da cineasta friburguense Renata Spitz.

Na lista: “Duelo antes da noite”, de Alice Furtado, que conta a história de uma menina e um menino pré-adolescentes que trilham um longo e difícil caminho até o ponto em que suas vidas mudam para sempre; broa de milho, dirigido por Janaína Botelho, que conta um pouco da história da famosa broa de milho da família Mozer;  “Interiores”, de Renata Spitz, uma série sobre forasteiros que, fugindo da cidade grande, decidem realocar suas vidas nos distritos de Lumiar e São Pedro; “Um outro ensaio”, de Natara Ney, que conta a história de um casal apaixonado que tenta se adaptar a nova situação em suas vidas desde que um deles sofre um acidente e fica cego. E ainda “Filmes da Oficina Alvorada”, um trabalho de conclusão das oficinas de expressão criativa e de animação.  

Já no domingo, 25, a primeira exibição será a do famoso filme “O pequeno príncipe”, de Mark Osborne. O longa, aclamado pela crítica, conta a história de uma pequena garota que ao encontrar um excêntrico aviador é introduzida ao mágico mundo do personagem Pequeno Príncipe. Neste mundo em que tudo é possível, a garota aprende a redescobrir sua infância. A sessão acontece às 17h e a classificação é livre.

Para fechar a programação ainda no domingo, às 19h, haverá a exibição de “Império da Floresta”, de André Sampaio. O filme com classificação indicativa de 14 anos é um retrato aprofundado e uma aproximação histórica acerca dos usos e das lendas sobre o uso ritual da ayahuasca, uma bebida psicoativa que faz parte dos cultos religiosos populares do Santo Daime. Após a sessão haverá bate-papo com o diretor André Sampaio.

Mantido por um grupo de voluntários o cineclube de Lumiar é o mais antigo do Brasil em atividade regular semanal. As exibições de longas e curta metragens acontece todo o domingo, às 19h, e são gratuitas.

 

LEIA MAIS

Filmes de quatro jovens friburguenses já foram exibidos no Festival Internacional de Films Fribourg (FIFF) e em Nova Friburgo

Projeto “Raízes de Nova Friburgo”, do Isec, consolida desenvolvimento do Polo Audiovisual da região, o SerraAção

Sua mais nova produção, “Dedo na Ferida”, foi eleito o melhor documentário no Festival do Rio 2017

Publicidade
TAGS: Cinema