Cineasta friburguense participa do Festival Internacional de Cinema de Arquivo

Exibição do filme de Fernanda Vogas na mostra competitiva é na terça-feira
sexta-feira, 07 de dezembro de 2018
por Ana Borges (ana.borges@avozdaserra.com.br)
Fernanda Vogas e Xabier Monreal (Divulgação)
Fernanda Vogas e Xabier Monreal (Divulgação)

Começou na sexta-feira, 7, e vai até o dia 14, a 4ª edição do Arquivo em Cartaz - Festival Internacional de Cinema de Arquivo, promovido pelo Arquivo Nacional - instituição brasileira responsável pela gestão, preservação e difusão de documentos da administração pública federal, subordinado ao Ministério da Justiça. O evento está sendo realizado dentro do prédio histórico e no Cine Arte da Universidade Federal Fluminense. O objetivo do evento é destacar a importância da preservação dos acervos cinematográficos, assim como incentivar o uso destes arquivos em novas produções.

Além de exibir filmes restaurados e raros, o festival oferece oficinas dedicadas à preservação e tratamento de arquivos cinematográficos, atividade fundamental para a memória audiovisual brasileira. A Bossa Nova, por exemplo, um dos mais importantes gêneros da música brasileira, é destaque desta edição. Seus 60 anos de história, seus principais personagens e suas músicas estão presentes na programação. Odete Lara, atriz e escritora brasileira, já falecida, além de cantora do movimento Bossa Nova, é homenageada com mostra especial de filmes em 35mm.

Serão exibidos mais de 50 produções, entre curtas, médias e longas, nacionais e internacionais, em 45 sessões de cinema, divididas em mostras temáticas competitivas e homenagens. Vários deles ainda aguardam data de lançamento, e estão circulando apenas eventos como esse.

A programação conta com as seguintes mostras: competitiva, acervos, cinema no pátio, homenagem, ‘Arquivo Faz Escola’, ‘Arquivos do Amanhã’, ‘Arquivo N’ (GloboNews) e ‘Lanterna Mágica’. Oferece ainda encontros e conversas com pesquisadores, além de oficinas dedicadas à preservação e realização de filmes, conservação de arquivos sonoros e tratamento técnico de arquivos audiovisuais.

Fernanda Vogas e o "Kamiokande"

O curta metragem "Kamiokande", dirigido pela cineasta friburguense Fernanda Vogas e Xabier Monreal, será exibido na terça-feira, 11, às 15h, na mostra competitiva, na sede do Arquivo Nacional, situado na Praça da República, 173, Centro, Rio. Entrada franca. Para assistir o trailer, acesse:  https://www.youtube.com/watch?v=9yRGExxGj4E&feature=youtu.be

Ainda em dezembro, o Kamiokande também participa do Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano - Festival de Cine de La Habana, no 16º BogoShorts - Bogotá Short Film Festival.

Sobre a produção, Fernanda explicou: “Kamiokande é um filme dividido em três atos. Trata-se de uma experimentação contra os meios de destruição, onde o repouso visual (tela preta) marca igualmente o estado absoluto do movimento, e o coro de vozes não humanas, marca singularmente o silêncio dos sobreviventes”. Direção, roteiro, produção, edição, trilha sonora e desenho sonoro são de Fernanda Vogas e Xabier Monreal.

 

LEIA MAIS

Evento audiovisual será seguido de debate e música com Dois Num Samba

Maratona começa nesta quinta no Cadima e vai até dia 12. Confira a programação

Cadastro abrange espaços físicos que possam servir como cenários e locações de filmes

Publicidade
TAGS: Cinema