Casa Suíça é oficialmente inaugurada, em Conquista

Espaço cultural abrigará atrações de dança, música, palestras, seminários e workshops
terça-feira, 15 de maio de 2018
por Dayane Emrich (dayane@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Durante a inauguração, a banda fanfarra do College St-Michel, da Suíça, se apresentou e emocionou os presentes (Fotos: Claudio Carpi)

Em meio à agitada agenda de eventos e atrações do mês do aniversário de 200 anos de Nova Friburgo, foi realizada na última segunda-feira, 14, a inauguração oficial da Casa Suíça, que fica na Queijaria Escola, em Conquista, distrito de Campo do Coelho. Diversas autoridades municipais e da Suíça participaram da solenidade, que teve música e discursos sobre questões históricas, econômicas e a respeito da parceria entre Nova Friburgo e a Suíça.  

Embora já estivesse aberta ao público, de acordo com a prefeitura, a proposta é que o espaço cultural passe agora a servir de palco para atrações como dança, música, palestras, seminários e workshops. Durante a inauguração, a fanfarra do College St-Michel, da Suíça, fez uma apresentação especial, que emocionou os presentes.

Em seu discurso, o prefeito Renato Bravo ressaltou a amizade entre os povos: “podemos testemunhar e celebrar a inauguração deste importante espaço cultural para Nova Friburgo. O município celebra seu bicentenário com mais uma demonstração de união e parceria entre os povos friburguenses e suíços”, disse ele.

Além de Renato, estiveram presentes o presidente do Conselho Nacional da Suíça, Dominique de Buman; a primeira-dama e coordenadora do Comitê 200 anos, Cristina Bravo; vereadores de Nova Friburgo; o presidente da Colônia Suíça, Geraldo Thurler; o diretor superintendente da Colônia Suíça, Juvenal Condack; o presidente da Associação Fribourg Nova Friburgo, Raphaël Fessler e demais autoridades.

Além da celebração do bicentenário, Nova Friburgo também comemora os 40 anos da Associação Fribourg-Nova Friburgo (AFNF) que promove o intercâmbio entre o município e a Suíça. Na Casa Suíça encontra-se o Memorial da Colonização Suíça, que começou a ganhar forma em 1996 com a construção do Teatro Pierre Kaelin. O espaço é dividido em quatro pavimentos reunindo biblioteca, objetos históricos, réplicas  e exposições.

A Casa Suíça está aberta para visitação diariamente, das 9h às 18h. A entrada do Memorial da Colonização custa R$ 1.  Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (22) 2529 4358.

LEIA MAIS

Programação começa logo cedo. Concurso de trovas que atrai poetas de vários estados do país

Biblioteca Pública Municipal inaugura exposição fotográfica

A hora e a vez de artistas locais tocarem pelo bicentenário da cidade

Publicidade
Agora Faz
TAGS: 200 anos