Casa em Campo do Coelho era usada como depósito do tráfico

PM encontrou mais de 580 papelotes de cocaína no local. Adolescente foi apreendido
terça-feira, 20 de agosto de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A droga apreendida (Foto: 11 BPM)
A droga apreendida (Foto: 11 BPM)

Um adolescente de 17 anos foi apreendido, na tarde da última segunda-feira, 19, depois que policiais militares encontraram mais de 580 papelotes de cocaína em uma casa no distrito de Campo do Coelho, em Nova Friburgo. Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, o imóvel era usado por traficantes para esconder a droga que seria distribuída na região. 

Os policiais do Patrulhamento Tático Motorizado (Patamo), do 11º BPM, foram ao local por volta das 14h30 e abordaram o adolescente próximo ao Colégio Estadual Eduardo Breder. De acordo com a PM, os agentes haviam recebido denúncia de que o menor de idade fazia parte de um grupo que usava a casa para o depósito de drogas. 

Durante abordagem, nada de ilícito foi encontrado com o rapaz, mas, ao ser informado da denúncia, o jovem acabou levando os PMs ao imóvel. Os agentes fizeram um cerco na casa, mas não havia ninguém no local. Eles entraram no imóvel e encontraram cargas de drogas, que continha 584 papelotes de cocaína. Também apreenderam uma caderneta com supostas anotações do tráfico. 

Conforme as informações divulgadas pelo 11º BPM, durante a ação, um outro jovem, de 19 anos, suspeito de envolvimento com a venda de drogas no distrito, também foi detido pelos policiais do Patamo. Os dois foram levados para a 151ª DP, no Centro. O rapaz de 17 anos foi autuado por fato análogo ao tráfico de drogas. Já o outro jovem foi ouvido e liberado. 

 

LEIA MAIS

Policiais militares trocaram tiros com traficantes do Alto de Olaria, que fugiram

Denúncias anônimas informaram que o acusado estaria com a carga de drogas em casa, adquirida na Penha, no Rio

Com ele foram apreendidos, na estrada para o Carmo, dois papelotes de cocaína, um celular e R$ 880

Publicidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: tráfico