Carnaval em Friburgo custará R$ 300 mil a menos que o previsto

Empresa vence licitação por R$ 700 mil. Em entrevista exclusiva, secretário de Turismo conta que eventos começam na semana que vem
quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019
por Ana Borges (ana.borges@avozdaserra.com.br)
O secretário municipal de Turismo, Pablo Sprei (Arquivo AVS)
O secretário municipal de Turismo, Pablo Sprei (Arquivo AVS)

Foi dada a largada para a montagem da infraestrutura da maior festa popular do país, em Nova Friburgo, que ficou a cargo da empresa Rio Brasil, do Rio de Janeiro, vencedora da licitação realizada nesta quinta-feira, 14. A ela caberá a responsabilidade de montar a estrutura do evento (que começa daqui a duas semanas, dia 1º de março), no Centro e nos distritos de São Pedro e Lumiar.

Segundo o secretário de Turismo, Pablo Sprei, no total participaram da licitação sete empresas para montagem da estrutura do Carnaval 2019 de Nova Friburgo. O valor final do pregão foi de R$ 699.500, R$ cerca de R$ 300 mil a menos que o previsto. A empresa deve começar os trabalhos dez dias antes do carnaval, e concluir 24 horas antes do primeiro evento, conforme consta no edital.

Conhecida por realizar o segundo melhor carnaval do estado, Friburgo conta com o talento e a criatividade de seu povo, que dedica boa parte de seu tempo livre, ao longo do ano, ao duro trabalho nas quadras e barracões. Agora, está chegando a hora de mostrar o resultado dessa paixão, na avenida, com o tão ansiado desfile das escolas de samba.

Enquanto aguarda o rufar dos tambores anunciando o início do espetáculo, uma mão de obra qualificada e, principalmente, generosa, dá os últimos retoques nos acabamentos dos carros alegóricos, realiza os derradeiros ensaios, esquenta os tamborins, recompõe fantasias e adereços, e testa os efeitos especiais. Para, ao final, tudo se resumir à felicidade de ver o seu público, que lota a arquibancada na Alberto Braune, de pé, aplaudindo e cantando junto o refrão do samba-enredo. Resumindo, durante 70 minutos centenas de corações ‘batucam’ juntos, mais forte e mais alto. Eles fazem a festa, literalmente.

Quanto à prefeitura, Sprei informa que a ela cabe unir esforços de várias pastas. “A atribuição municipal é viabilizar serviços como sonorização, banheiros químicos  - este ano serão cem unidades só no Centro, 40 a mais que em 2018 -, além de segurança, divulgação, entre outros”. Confira nesta entrevista com o secretário, como andam os trabalhos:

AVS: A programação dos eventos pré-carnavalescos está definida?

Pablo Sprei: Sim, será nos dias 22, 23 e 24. Teremos, entre outros eventos, a escolha da Corte do Carnaval 2019, na Praça Dermeval Barbosa Moreira.

Já pode confirmar se estão agendados os concursos municipais de Fantasia, no Country, do Gay do Carnaval, pets fantasiados, além dos bailes infantis?

Vamos ter os tradicionais concursos carnavalescos, como o Municipal de Fantasias (adulto), dia 28, às 20h, na Estação Livre (Praça Getúlio Vargas); Cão Fantasiado, 3 de março, 14h (Praça Dermerval Barbosa Moreira, Centro); Fantasia (infantil), também no dia 3, 16h, na mesma praça; e o Gay de Carnaval, dia 4, às 20h, também na Dermeval Barbosa Moreira. Em breve, divulgaremos como os interessados poderão se inscrever para participar.

O governo pensa em resgatar o clima dos antigos carnavais de rua e dos clubes, das marchinhas, e blocos de embalo como o ‘Banda dos 9 aos 90’, entre outras manifestações típicas de cidades do interior?

O objetivo da municipalidade é promover o carnaval da família. As tradicionais marchinhas de carnaval serão ouvidas ao longo de toda a Avenida Alberto Braune, durante o período carnavalesco.

Em novembro passado, o senhor anunciou que o carnaval desse ano poderia ser financiado pela Lei Rouanet. Alguma empresa local se interessou em patrocinar?

Apesar de a beneficiária dos recursos ser a Liga, a Secretaria de Turismo e a prefeitura atuaram por dar o apoio necessário para que, de fato, as empresas do município se interessassem em patrocinar o evento. Sendo assim, os recursos que forem capitalizados pela Lei Roaunet irão compensar o que seria pago pela prefeitura às agremiações por subvenções.

O município costuma receber turistas cariocas que não curtem o carnaval. A maioria sobe a serra para descansar, fazer caminhadas na zona rural, praticar esportes como escaladas, montanhismo, inclusive acampar. Para esse tipo de turistas, a secretaria já pensou em oferecer uma programação diferenciada, eventos paralelos?

Nova Friburgo contempla atrativos para todos os gostos, seja na área de lazer ou de descanso. Para quem gosta de praticar atividades ao ar livre, temos os rios e cachoeiras, trilhas para caminhadas, montanhas para escaladas. A oferta é bastante variada e atraente. E para quem pretende apenas desfrutar de momentos tranquilos, relaxantes, encontra em localidades como São Pedro da Serra, Lumiar, Macaé de Cima, entre outros, destinos ideais.

 

LEIA MAIS

Rede hoteleira do interior do estado tem até segunda para se cadastrar e ofertar hospedagem com desconto

Além de Nova Friburgo, apenas outras quatro cidades do Estado estão no Prodetur + Turismo

Ciclo de palestras em um dia será realizado pela prefeitura e Associação de Hotéis

Publicidade
TAGS: carnaval | Turismo