Câmara aprova reajuste de 5% dos servidores municipais

Aumento salarial já deve ser pago na próxima folha de pagamento do funcionalismo
segunda-feira, 25 de junho de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Câmara aprova reajuste de 5% dos servidores municipais

A Câmara de Nova Friburgo aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira, 21, o reajuste salarial concedido pelo prefeito Renato Bravo aos servidores efetivos e temporários do município. Os três projetos de lei foram apreciados pelo Legislativo em sessão realizada de forma itinerante no distrito de Riograndina e vão agora para a sanção. O aumento já deve vir na próxima folha de pagamento.  

Protocolados na Câmara na última terça-feira, 19, os projetos tratavam do reajuste de 5% sobre o vencimento-base do funcionalismo (inclusive inativos e pensionistas) e do complemento salarial para que todos recebam, ao menos, R$ 960 por mês. Também faziam a correção salarial de 17,38% para professor nível 1 que recebe abaixo do piso nacional do magistério e alteravam a carga horária de orientadores e supervisores educacionais para 17 horas semanais.

Renato Bravo anunciou o reajuste no dia 14 de maio, às vésperas do bicentenário de Nova Friburgo, mesmo dia em que professores e a equipe de apoio da Educação entraram em greve, justamente por conta do salário defasado e da falta de diálogo com o governo. A paralisação durou nove dias e afetou cerca de metade das escolas. Nesse período a categoria tentou negociar com o prefeito até que aceitou a proposta enviada à Câmara.

O aumento salarial vai elevar as despesas com o funcionalismo em pouco mais de R$ 10.691 milhões este ano, estima a Secretaria de Finanças. Para os próximos dois anos de governo, a estimativa é de R$ 20.818 milhões em 2019 e R$ 23.039 milhões em 2020.

O reajuste ocorre a reboque da melhora na arrecadação municipal pós-crise. Na última semana, o governo conseguiu antecipar o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário do funcionalismo, o que injetou cerca de R$ 5,6 milhões na economia da cidade. Aproximadamente 6.800 funcionários ativos e inativos receberam o acréscimo nos vencimentos.

Na ocasião, Bravo disse que o pagamento é resultado de ações que visam garantir uma gestão eficaz. “É uma alegria muito grande dar esta boa notícia porque sabemos das dificuldades desse momento econômico, mas queremos valorizar, cada vez mais, o trabalho do nosso servidor público”, afirmou o prefeito.

Publicidade
TAGS: