Caiaque vira no Rio Macaé e canoísta de Nova Friburgo morre preso entre pedras

segunda-feira, 28 de julho de 2014
por Jornal A Voz da Serra

O canoísta e sócio de uma empresa especializada em esportes e turismo de aventura — a Lumiar Aventura — Alexandre Mattos Faria, de 30 anos, morreu tragicamente na tarde do último domingo, 27, realizando uma das atividades que mais gostava e que lhe rendeu ao longo da carreira pelo menos dois vice-campeonatos estaduais da modalidade e um título de campeão brasileiro na categoria turismo sênior. Alexandre praticava rafting (descida rápida com caiaques em corredeiras) no Rio Macaé, altura do distrito do Sana, em Macaé, quando o equipamento virou, provavelmente em um trecho de forte correnteza. Alexandre foi carregado pelas águas e ficou preso com a cabeça para baixo em meio às pedras, afogando-se, mas a circuntância em que aconteceu o acidente ainda não havia sido confirmada até o fechamento desta edição. 

De acordo com a apuração dos bombeiros, turistas que passeavam nas imediações do rio avistaram o caiaque virado e preso às pedras e acionaram imediatamente os guarda-vidas da corporação militar. Uma equipe mergulhou no rio, mas Alexandre já estava morto. As condições do tempo naquela região, segundo testemunhas do resgate do corpo, não eram favoráveis para a prática do rafting, pois havia chovido no sábado, 26.  

O corpo de Alexandre foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé para necropsia e removido ontem, 28, para Nova Friburgo, onde foi sepultado no final da tarde no Cemitério São João Batista, no Centro. Alexandre era um canoísta experiente, com pelo menos 15 anos de formação e atuação nesta modalidade esportiva, inclusive era vice-presidente da Associação Friburguense de Canoagem (Africa). Era também advogado e terceiro-sargento da Brigada Paraquedista, professor do curso de salvamento e resgate em selva e escalador há dez anos. 

LEIA MAIS

Homem pode ter sofrido mal súbito na praça da Rua Sete de Setembro

Carro teria arrastado a vítima, que foi encontrada com lesões profundas e diversas fraturas no corpo

Ele teria sido atropelado e arrastado por um Corcel por cerca de dois quilômetros, em Conquista, na madrugada desta sexta-feira

Publicidade
Agora Faz
URL da notícia:
TAGS: morte | Canoagem