Cai em 21% o número de vítimas de trânsito em Friburgo

Colisões e atropelamentos lideram acidentes no município, e maioria dos envolvidos é homem
segunda-feira, 04 de dezembro de 2017
por Alerrandre Barros
O carro da jovem acidentada dia 30
O carro da jovem acidentada dia 30

O número de total de vítimas no trânsito em Nova Friburgo caiu 21% no ano passado, quando comparado com 2015, segundo o Detran. Em 2016, pelo menos 312 pessoas se feriram nos acidentes; destas, 17 morreram. Já em 2015, houve 378 vítimas no município, sendo 21 fatais. Os dados deste ano ainda não foram fechados pelo órgão.

O levantamento consta do Anuário do Detran 2016, que detalha ainda que a maioria das vítimas é homem e que os principais acidentes no município são colisões e atropelamentos. Na madrugada da última quinta-feira, 30, por exemplo, uma jovem de 24 anos perdeu o controle da direção e bateu o carro que dirigia em um poste na Avenida Euterpe Friburguense, no Centro. O acidente aconteceu em frente ao posto de combustíveis da Petrobras, ao lado do Fórum do município, e, segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi socorrida com ferimentos graves e levada para o Hospital Municipal Raul Sertã. A batida aconteceu por volta das 4h e deixou a lataria frontal do veículo bastante destruída. A estrutura do poste também foi afetada.

Na semana passada, duas idosas, de 65 e 75 anos, foram atropeladas quando atravessavam o viaduto Geremias de Mattos Fontes, no Paissandu. Darcy Santiago Ismério, 75, não resistiu às múltiplas lesões, sofreu uma hemorragia e morreu no local antes mesmo de ser socorrida pelos paramédicos do Corpo de Bombeiros. A outra sobreviveu.

Em julho, moradores do Paissandu realizaram um abaixo-assinado para a instalação de um redutor de velocidade na descida do viaduto, a fim de reduzir o número de acidentes no trecho, um dos mais movimentados da cidade e com alto índice de acidentes, por imprudência de motoristas e também de pedestres. A prefeitura ainda não se manifestou sobre o assunto.

A pesquisa do Detran revelou ainda que, em Nova Friburgo, os motoristas costumam ser multados por dirigir acima da velocidade (52%); por dirigir falando ao telefone (5%) e estacionar o veículo em fila dupla (4%). No ano passado, 120.567 veículos estavam registrados na cidade, cuja população estimada era de 185.102 habitantes. Houve um aumento de 2,9% da frota em comparação com 2015. Desta frota, somente 66.221 foram licenciados em 2016. Ainda segundo o Detran, no ano passado, havia 54.772 homens habilitados e 25.524 mulheres com carteira de motorista em Nova Friburgo.  

Já em todo o estado, embora o número de vítimas de acidentes tenha caído no passado, de 40.477 para 38.266, possivelmente devido a campanhas de conscientização do governo estadual para chamar a atenção da população fluminense, o Detran registrou aumento de mortes no trânsito. Foram 1.786 casos registrados em 2015 e 1.902 em 2016. “Essa é uma questão de saúde pública. Não podemos fechar os olhos para o que acontece, principalmente se o número de veículos não para de crescer”, disse o presidente do Detran, Vinicius Farah.

Violência no trânsito friburguense em 2016:

312 vítimas de acidentes

17 vítimas fatais

70,8% dos feridos foram homens

120.567 era a frota de Friburgo

 

Fonte: Detran-RJ

 

LEIA MAIS

Acidente aconteceu na altura do Curral do Sol, em Duas Pedras

Acidente aconteceu na altura de Papucaia, em Cachoeiras de Macacu

Radiografia do trânsito do Corpo de Bombeiros mostra que a Avenida Governador Roberto Silveira é a 3ª mais perigosa de todo o estado

Publicidade
TAGS: acidente