Braunes: vereadores consideram que mudança no trânsito foi aprovada

Durante audiência pública, a maioria dos participantes demonstrou aceitação às mudanças
quinta-feira, 22 de novembro de 2018
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)
Braunes: vereadores consideram que mudança no trânsito foi aprovada

Com a presença do secretário municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), Marques Henrique, os vereadores de Nova Friburgo realizaram nesta quarta-feira, 21, uma audiência pública para debater as alterações no trânsito de algumas das principais ruas do bairro Braunes, aplicadas em caráter experimental desde outubro. Presidida pelo vereador Zezinho do Caminhão (Psol), que assumiu a frente da reunião após a saída do vereador suplente Aylter Maguila (MDB), a audiência abriu espaço para discussão do tema para moradores e comerciantes favoráveis e contra as mudanças.

Segundo Zezinho do Caminhão, a participação popular foi aquém do esperado, uma vez que o assunto foi levado à discussão após ser protocolado na Câmara Municipal um abaixo-assinado, feito por moradores, que contou com mais de mil assinaturas. “Acredito que em função das remarcações da data e pelo mau tempo, houve um esvaziamento do plenário, mas as discussões foram positivas, a participação do secretário foi de grande importância, já que ele pode explicar mais detalhes do que está sendo proposto para o trânsito no bairro e isso fez com que muitas pessoas que antes eram contra as alterações mudassem de ideia”, acredita o vereador.

Na audiência foi solicitado pelos parlamentares diretamente ao secretário Marques Henrique, que ações como a implantada no bairro passem a ser realizadas a partir de agora somente após consulta popular, que poderão ser feitas por meio de audiência públicas. Além disso, foi pedido também uma maior inclusão das comissões do Legislativo junto às decisões do Executivo.

“Ficou claro na audiência que a maioria das pessoas está favorável as mudanças que foram feitas, o problema é que muitos moradores e comerciantes da localidade se sentiram excluídos, por não terem contribuído com soluções que consideram importantes para melhoria do trânsito nas Braunes. Por isso, pedidos para as mudanças sejam debatidas com maior participação popular e que as secretarias passem a incluir também as comissões permanentes da Câmara nas discussões. No caso do trânsito, temos a Comissão de Mobilidade Urbana, Ordem Urbana e Paz Social, que está apta a auxiliar”, informou  Zezinho do Caminhão.

Sobre a reunião, o secretário municipal de Ordem e Mobilidade Urbana informou que recebeu pedidos e sugestões dos moradores do bairro e que analisará cada um deles: “Durante a audiência, moradores apresentaram alguns pedidos e sugestões sobre o trânsito que serão avaliados pela equipe técnica da secretaria. Por conta destas novas demandas, a efetivação das mudanças implantadas só será definida após a análise dos casos solicitados pela comunidade. O principal objetivo da Secretaria de Mobilidade Urbana é garantir maior segurança e fluidez ao tráfego nas Braunes”, informou Marques Henrique.

Com isso, as alterações seguem em caráter experimental. Pelo prazo inicial informado pela prefeitura, o período de experiência foi estabelecido em 60 dias, encerrando-se no dia 9 de dezembro.

As mudanças

Com as alterações, a Rua Visconde de Itaboraí passou a ter somente mão única, subindo para o bairro, desde a esquina com a Rua Sara Braune até a esquina com a Rua Bajé. Outra alteração importante foi na Rua Sara Braune, que passou a ser via de mão única, no sentido Centro. As ruas José Acúrcio Benigno e Doutor Barcelos também passaram a ter mão única no mesmo sentido de toda extensão da Sara Braune. A Rua Vicente de Moraes, onde se localiza a Escola Municipal Jardel Hottz, tem agora mão única até a Rua Nelson Kemp. A Rua Itajaí continuou em mão dupla.

 

LEIA MAIS

Serviço, prestado inclusive nos fins de semana, evita deslocamento dos veículos e não afeta atividades de rotina

Importante para o turismo e para a agricultura, Terê-Fri recebe cerca de 600 caminhões por dia que escoam a produção de 90% das hortaliças consumidas no estado

Decisão presidencial publicada no Diário Oficial da União desta quinta suspende apenas equipamentos móveis

Publicidade
TAGS: Trânsito