Braunes: audiência pública nesta quarta debate mudanças no trânsito

Alterações viárias completam um mês e ainda dividem opiniões de moradores
terça-feira, 20 de novembro de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
No encontro de quarta, moradores terão a oportunidade de apresentar suas queixas (Foto: Henrique Pinheiro)
No encontro de quarta, moradores terão a oportunidade de apresentar suas queixas (Foto: Henrique Pinheiro)

Está marcada para esta quarta-feira, 21, a audiência pública em que será debatida na Câmara de Nova Friburgo a mudança no trânsito de algumas das principais ruas do bairro Braunes. O encontro, que ocorreria no último dia 31 de outubro, foi remarcado a pedido do secretário municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), Marques Henrique, que não pode comparecer à reunião. A audiência vai acontecer às 18h, no plenário da casa legislativa.

“Está convidado e já confirmou presença o secretário Marques Henrique, que foi quem implantou a mudança no bairro, e também a comunidade. Na segunda-feira, 19, meus assessores estarão no bairro panfletando sobre a audiência”, disse o vereador Zezinho do Caminhão (Psol), que tomou a frente da audiência depois que o vereador suplente e ex-líder de governo Aylter Maguila (MDB) deixou a cadeira com o retorno de Christiano Huguenin (MDB) à Câmara Municipal.

No encontro, moradores terão a oportunidade de apresentar suas queixas. Um relatório será produzido e encaminhado à prefeitura. A Câmara vai realizar a audiência após receber, em outubro, um abaixo-assinado com mais de mil assinaturas de moradores contrários às alterações nos sentidos das ruas. A mudança foi feita, segundo eles, à revelia, sem consulta à comunidade. A prefeitura afirma que as alterações são em caráter experimental por 60 dias.

Iniciada no dia 9 de outubro, as mudanças no trânsito começaram pela Rua Visconde de Itaboraí, que passou a ter somente mão única, subindo para o bairro, desde a esquina com a Rua Sara Braune até a esquina com a Rua Bajé. Outra alteração importante foi na Rua Sara Braune, que passou a ser via de mão única, no sentido Centro. As ruas José Acúrcio Benigno e Doutor Barcelos também passaram a ter mão única no mesmo sentido de toda extensão da Sara Braune. A Rua Vicente de Moraes, onde se localiza a Escola Municipal Jardel Hottz, tem agora mão única até a Rua Nelson Kemp. A Rua Itajaí continuou sendo mão dupla.

Pouco mais de um mês depois do início do novo sistema de tráfego, motoristas e moradores estão divididos. Há quem aprove e desaprove a medida. “Ficou muito melhor. Acabou com o congestionamento no horário de maior movimento, no fim da tarde, no cruzamento das ruas Monte Líbano, Augusto Spinelli e Carlos Alberto Braune, na subida para o bairro. A quantidade de veículos é grande por causa da Universidade Estácio de Sá e dos acessos às adjacências”, disse a pedagoga Lourdes Monteiro.

Já para o engenheiro Fabiano Barros, a prefeitura deveria realizar obras para melhorar o fluxo das ruas, sobretudo, na Sara Braune, em vez de mudar o sentido do trânsito. “As calçadas dessa rua têm dois metros de largura. A prefeitura poderia construir baias (recuos) de estacionamento temporário nas calçadas, ampliando a largura da rua. Essa seria uma obra relativamente mais barata do que uma grande obra de alargamento de toda a rua”, propôs.

Além das placas que indicam os novos sentidos das ruas, agentes de trânsito da Smomu têm atuado no bairro, em pontos estratégicos, para orientar os motoristas e transeuntes confusos. “Estão sendo identificados os pontos que, por alguma razão, podem trazer alguma dificuldade aos moradores e, sendo assim, devem receber sinalização, seja com placas ou faixas de pedestres”, comentou a prefeitura em nota. O prazo experimental da mudança no trânsito termina no dia 9 de dezembro.   

 

LEIA MAIS

Aumento de R$ 0,27 na tarifa em 2017 foi feito para pagamento de propina a ex-governador, diz MP

Futuro governo pode tirar recursos do fundo de combate à pobreza para dar isenção nas passagens de estudantes

Em Niterói, suposto esquema de pagamento de propinas envolvendo ressarcimento às empresas levou à prisão de prefeito

Publicidade
TAGS: Trânsito