Belezas e encantos de Lumiar e São Pedro na Biblioteca Municipal

Artistas radicados nos dois distritos expõem suas visões e percepções sobre a natureza exuberante da região
sábado, 07 de setembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Uma das peças expostas (Fotos: Henrique Pinheiro)
Uma das peças expostas (Fotos: Henrique Pinheiro)

Que os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra reúnem verdadeiros santuários ecológicos com muito verde e perfeita sintonia entre as montanhas, rios e cachoeiras de águas cristalinas, ninguém duvida. Toda essa beleza foi retratada na visão de seis artistas radicados nos dois distritos turísticos que criaram telas que mostram toda a magia e os encantos da rica e diversificada natureza que existe por lá. É a mostra coletiva Artes Visuais que está em cartaz na Biblioteca Municipal Maria Margarida Liguori, que funciona no térreo do prédio da Câmara de Vereadores de Nova Friburgo, na Rua Farinha Filho, 50. Os trabalhos podem ser conferidos de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, com entrada gratuita. A mostra tem o apoio das secretarias municipais de Cultura e Educação.

A coletiva Artes Visuais - Lumiar e São Pedro da Serra foi fundamentada em pesquisas que vão desde a linguagem pictórica expressionista da artista Ana Segall; do contraste das cores e da visão poética e espiritual de André Bringuenti, e da relação da obra com o espaço e o fruidor, que se faz por meio de vergalhão, barbantes de espessura diferentes, linhas de bordar e pigmentos onde a luz e objetos se tornam parceiros que contracenam ludicamente, nos trabalhos de Anita Fiszon.

Já o escultor Celso Bomfim participa com trabalhos que destacam as cores, raízes e cascas de árvores encontradas na natureza e as informações capturadas pelo artista nas curvas das raízes quando buscam o interior da terra e dos materiais cristalinos que habitam no interior do solo e se revelam sob a luz. 

A artista Maria Mandala chama a atenção com quadros que retratam diferentes temas e motivos em torno do feminino, da paisagem, das cores tropicais e da tradição da tecelagem. Outro destaque é o trabalho de linguagem expressionista abstrata de Marli Paes Leme que valoriza tecnicas mistas em pinturas em papel e outros suportes com formas, cores e texturas presentes na exuberante paisagem natural de Lumiar e São Pedro da Serra.  Vale a pena conferir. 

 

LEIA MAIS

Artista plástico volta à cena após dois anos dedicados a nova produção

Marcelo Brantes uniu duas artistas cujas trajetórias convergem em torno do amplo conceito de Residências

Trabalho foi iniciado há três semanas no Parque D. João VI e Varginha. Vem mais por aí...

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra