Após noite de eclipse, madrugada de ventania em Friburgo

Ciclone extratropical na costa derruba de novo temperaturas, que voltam a subir aos poucos até o fim de semana
quarta-feira, 17 de julho de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Após noite de eclipse, madrugada de ventania em Friburgo

Um ciclone extratropical formado na costa da Região Sudeste, derrubou, mais uma vez, as temperaturas em Nova Friburgo e provocou fortes rajadas de vento durante a madrugada. Nesta quarta-feira, 17, a mínima deve ficar em 6 graus, porém subir, gradativamente, durante a semana, chegando a 11 graus no domingo. A quarta amanheceu com uma densa camada de nuvens sobre o Caledônia (foto abaixo, de Adriana Oliveira).

A queda na temperatura coincidiu com a noite de um eclipse lunar parcial visto em todo o Brasil. O fenômeno ocorre quando Sol, Terra e Lua se alinham e o planeta faz sombra sobre o satélite. O último eclipse lunar do ano  pôde ser visto desde as 17h desta terça, 16, até cerca de 20h. 

O ciclone provocou ventos de até 77km/h na capital fluminense. Em Friburgo, não há informações oficiais sobre a velocidade do vento, que teria derrubado um sinal de trânsito na Ponte da Saudade. Segundo o Climatempo, esse ciclone se afasta da costa do Sudeste no decorrer desta quarta, mas ainda provoca ventos que deixam o mar agitado, com ressaca e ondas de até três metros.

Veja outra foto do eclipse, clicado pela leitora Renata Nicolas:

LEIA MAIS

Tempo deve continuar instável em Friburgo até domingo, com temporais intermitentes

SenseApp poderá ser utilizado para prevenção de emergências em eventos de chuvas fortes

Estado do Rio está na rota crítica; volume maior é esperado para sexta, mas no sábado o tempo já deve melhorar

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Clima