Após estupro, agredido é preso, suspeito de mandar matar molestador

Caso aconteceu no mês passado no Terra Nova. Agressor foi jogado do 4º andar de prédio e morreu
sexta-feira, 13 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Após estupro, agredido é preso, suspeito de mandar matar molestador

Policiais civis da 151ª Delegacia de Polícia prenderam um jovem de 22 anos na última quinta-feira, 12, em Olaria, suspeito de ter mandado espancar um homem que o teria estuprado. O homem morreu. A vítima do estupro teve o mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal de Nova Friburgo.

O caso aconteceu no dia 30 de junho no Terra Nova, no distrito de Conselheiro Paulino. Segundo a Polícia Civil, o suposto autor do estupro, de 43 anos, foi agredido por um grupo de pessoas e jogado do quarto andar de um dos prédios. O homem foi socorrido, levado para o Hospital Municipal Raul Sertã, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no último dia 3.

De acordo com as investigações, o jovem preso não participou do espancamento, mas teria sido o mandante. Em depoimento na delegacia, ele contou que estava em uma festa em um dos apartamentos do Terra Nova e, quando foi dormir, o homem passou a mão em várias partes do seu corpo.

O rapaz disse que não houve ato sexual, mas, segundo a legislação, mesmo quando não ocorre conjunção carnal esse tipo de caso configura estupro. O jovem passou por exame de corpo de delito.

A Polícia Civil também informou que está tentando identificar os outros envolvidos na agressão que culminou com a morte do homem. Todos vão responder por homicídio qualificado. O jovem preso em Olaria foi levado para Delegacia Legal e transferido para uma unidade prisional, no Rio de Janeiro.

LEIA MAIS

Homem ainda não identificado tinha tatuagens em um dos braços

Em entrevista exclusiva, comandante do 11º BPM fala sobre os desafios de combater o tráfico de drogas em Nova Friburgo

Árvores foram cortadas em área de três mil metros quadrados

Publicidade
TAGS: crime