Agora escola de samba, Unidos do Imperador aposta nos mistérios do Egito

Aílton Pacheco vai estrear na avenida como carnavalesco
terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)

Do Alto de Olaria, ao pé da Pedra do Imperador, o barracão do antigo bloco de enredo - agora escola de samba do Grupo A, Unidos do Imperador se prepara para mais um carnaval. Desde 1991 a agremiação desfila na Avenida Alberto Braune com graça e leveza e por onde passa, empolga os foliões. Na edição deste ano, a escola, vai contar os mistérios e místicas da história egípcia. A frente da agremiação, o presidente Roberto Carlos da Silva, o Betinho, aposta no trabalho duro e união para levar mais um título.

“O importante é você ter sempre vontade de fazer e aqui tem pessoas com grande talento para isso e acreditam no que fazem. Aqui o conjunto está formado”, destacou Betinho. O planejamento, segundo o presidente, é fundamental para um carnaval de sucesso. “Aqui nós temos tudo planejado. Tivemos a oportunidade de preparar nosso carnaval com calma. Não estamos adiantados, mas tudo que foi planejado está sendo feito. Está tudo dentro dos conformes”, assegura.

A “promoção” de bloco de enredo para escola de samba, na visão de Betinho é uma boa tentativa para angariar mais recursos nos próximos anos. “No meu entender, não muda nada. O trabalho é o mesmo, a dedicação, a vontade, sempre serão as mesmas. Essa mudança veio mais para tentarmos patrocínios, mudar um pouco o carnaval do município. O Imperador sempre participou de todos os desfiles, mesmo com todas as dificuldades,  sem investidores, parte da comunidade nos apoia, mas estamos sempre aí”, diz.

Os carnavalescos Ailton Pacheco e Peter Muniz

Ailton Pacheco debuta como carnavalesco e assina com Peter Muniz toda a criação da folia da Unidos do Imperador. Juntos eles tem a responsabilidade de recolocar a agremiação no lugar mais alto do pódio. Ailton, junto com o presidente, recebeu A VOZ DA SERRA no barracão e explicou o que pretende levar para a Alberto Braune na noite do sábado de folia, dia 2 de março. “Queremos passar para o público a ideia de um carnaval bonito, rico, bem acabado e bem colorido, falando de um tema especial que é o Egito. Queremos trazer para o povo um pouco da história deste país cheio de magia. A ideia é mostrar como os egípcios viviam, seus costumes, a religião, no que eles acreditavam, explicar o porquê da mumificação”, conta Ailton.

Apesar de ser o primeiro ano como carnavalesco, o reinado de momo sempre fez parte da vida de Aílton. “Eu venho de uma linhagem de carnavalescos. Meu pai é fundador da Unidos da Saudade. Sou do bairro Ypu. Vim morar em Olaria e me apaixonei pelo bairro. Conheci a Imperatriz e passei a amá-la e idolatrá-la, tive algumas participações na escola e em algumas diretorias, além de comissões de frente. Essa é a minha primeira vez como carnavalesco, estou estreando ao lado do Peter. Apesar das surpresas e de ter a responsabilidade de criar e pensar, estou conseguindo fazer o melhor. Tudo é uma novidade, mas está saindo do jeito que planejamos”, atesta.

Ficha técnica:

G.R.E.S. Unidos do Imperador

Fundação: 19/02/1991

Endereço: Rua Cândido Pardal s/n, Alto de Olaria

Cores: verde, vermelho e branco      

Símbolo: Uma coroa aberta                           

Títulos: (4)  2000 – 2006 – 2008 - 2015            

Presidente: Roberto Carlos da Silva (Betinho)                

Diretor de Carnaval: Roberto Carlos da Silva  

Diretor de harmonia: Robertinho, Gian e Viviane

Enredo: “Do coração ao paraíso - AARU - uma viagem para a eternidade                     

Carnavalescos: Ailton Pacheco e Peter Muniz                

Samba de: Wilson Bizzar e Evandro Malandro

Intérprete: Tony Ramalho

Mestre-sala/Porta-bandeira: Matheus e Raissa

Bateria: Ritmo Quente

Ritmistas:  80 integrantes

Mestre: Tatiano Augusto

Rainha: Ana Paula

Musa: Jhenifer Andrade

Muso: Anderson Andrade

Componentes: 600

Alas: 14 alas

Alegorias: 4

Comissão de frente: coreógrafo Vini Coutinho

Colocação em 2018: 3º lugar

Ordem de desfile em 2019: 1ª

Concentração hora: 19h

Horário do desfile: 21h – 22h

Posição na concentração: Rodoviária Leopoldina

 

A letra do samba:

 

A alma, há de alcançar o infinito

O corpo, a história vai eternizar

No antigo Egito a mumificação

Unindo a ciência a religião

Aos nobres faraós a salvação

As máquinas da ressureição

As margens do Nilo ver o por do sol

Buscar o paraíso e o futuro vislumbrar

É preciso acreditar

 

Jamais perder a esperança

E um novo mundo encontrar

Esse povo é guiado pela fé

Que faz a vida eternizar

 

Oh Deus dos Mortos seu livro é o guia

Na escuridão onde a pele arrepia

Onde os guardiões irão julgar

Se o coração for leve feito a pluma

Os deuses não poderão condenar

Eu não causei sofrimento

Eu não fiz mal a ninguém

Eu não menti, eu não roubei, não enganei

 

Em nome dos deuses a lei

 

É claro que eu quero a vida eterna

Mas é preciso sempre acreditar no amor

Então quando eu partir se outra vida eu tiver

Que eu seja de novo Imperador

 

LEIA MAIS

Curiosa para saber quem era o sambista friburguense, jurada da atração do SBT usou jornal como fonte de pesquisa

Valcir Ferreira foi convidado para cantar sua marchinha de carnaval que brinca com fala polêmica da ministra Damares

Primeiro lugar no carnaval, escola fez grande festa em sua quadra com a presença da torcida

Publicidade
TAGS: carnaval