Adiadas as mudanças no trânsito das Braunes

Secretaria de Mobilidade Urbana agora promete alterações para 9 de outubro
sábado, 29 de setembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
A Rua Sara Braune (Arquivo AVS)
A Rua Sara Braune (Arquivo AVS)

A mudança no trânsito de algumas ruas no bairro Braunes, que aconteceria na próxima terça-feira, 2, foi adiada por uma semana e será agora no dia 9 de outubro. Segundo a Secretaria Municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), as alterações atendem a pedidos de moradores, comerciantes e motoristas que circulam pelas ruas do local e visam melhorar o fluxo dos veículos na região.

As mudanças começam pela Rua Visconde de Itaboraí, que será somente mão única, subindo para o bairro, desde a interseção com a Rua Sara Braune até a esquina com a Rua Bajé. Outra alteração importante é na Rua Sara Braune, que passará a ser via de mão única, sentido Centro. As ruas José Acúrcio Benigno e Doutor Barcelos também passarão a ter mão única no mesmo sentido de toda extensão da Sara Braune. A Rua Vicente de Moraes, onde se localiza a Escola Municipal Jardel Hottz, também terá mão única até a Rua Nelson Kemp, e a Rua Itajaí continuará sendo mão dupla.

Para o secretário da pasta, Marques Henrique, as alterações serão importantes para ordenar melhor o trânsito no local. “Iremos fazer essas mudanças em caráter experimental por 60 dias, visando melhorar o fluxo de veículos que transitam pelo bairro, principalmente em horários de pico, e também para dar mais segurança aos pedestres e condutores”, disse Marques Henrique Jesus, secretário da Smomu.

Polêmica

Um abaixo-assinado contra as mudanças do trânsito no bairro Braunes já conta com aproximadamente 500 assinaturas, segundo Délcio Albertino, comerciante do bairro. “As pessoas estão vindo aqui espontaneamente desde que as alterações foram anunciadas. Ninguém sabia de nada, não fomos consultados”, afirma ele. “É a quarta vez que tentam essas mudanças, nunca deu certo”, relembra o comerciante.

Délcio diz que tanto ele, quanto a maioria dos moradores estão revoltados, já que a mudança irá descaracterizar o bairro e não surtirá efeito. “O problema aqui é só entre 17h30 às 19h, por causa do movimento da faculdade (Estácio de Sá). Mas isso seria resolvido com um agente de trânsito para organizar. Outra medida que poderia ser adotada, e que já estou cansado de sugerir, é que se fizesse uma pequena obra, e barata, tirando 40 centímetros de cada lado da calçada e, com isso, aumentando a rua para os veículos. O Heródoto (Bento de Mello), quando foi prefeito, começou a fazer isso, mas parou”, ressaltou Délcio. “Não é possível que se prejudiquem 99% dos moradores, que são contra, a favor de 1% que quer as mudanças”, disse.

 

 

 

LEIA MAIS

Motos colidiram de frente, na altura do Km 78 da RJ-116

Para advogada, TAC é um "nada jurídico". Prefeitura ainda não sabe quando irá divulgar edital para licitar transporte público

Secretário diz que em 2019, com pardais inteligentes e soluções apontadas por estudo, 80% dos gargalos serão resolvidos. Caminhões grandes deixam de descarregar na Alberto Braune

Publicidade
TAGS: Trânsito