Moção de Aplauso e Louvor

Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

terça-feira, 21 de maio de 2019

Como é bom festejar o Dia Internacional de Museus, 18 de maio, com quem entende do assunto. E, por isso mesmo, o Caderno Z conversou com Luiz Fernando Folly, presidente da Fundação D. João VI, e é ele quem nos guia na visita ao sonho do Museu de Nova Friburgo – “A Fundação não parou o projeto do museu, muito menos desistiu, como alguns podem pensar...”. É bom que a comunidade continue imbuída de expectativas, mas, que esteja ciente de que a questão do custo é um fator a ser pensado, como explica Luiz – “Não queremos construir algo dessa grandeza, com a leviandade de não pensar em como mantê-la”. Responsabilidade acima de tudo.

Preservar o passado é missão do presente. No Brasil há quase dois mil museus desde a criação do Museu Nacional, por D. João VI, em 1818. Como bem define Paulo Leminski – “Haja hoje para tanto ontem. E a manhã para tanto hoje...”. O Memorial da Colonização Suíça, localizado na Queijaria Escola, conta a chegada dos primeiros imigrantes. São documentos, utensílios de cozinha, ferramentas, incluindo até armaduras da Guarda Suíça, e mais – “um púlpito digital” onde se pode pesquisar sobre as famílias que aqui chegaram.  Na verdade, se olharmos para nossas casas, temos também nossas relíquias e histórias. Coisa alguma perde o valor quando se reconhece a importância de seu contexto família. Cada casa pode ser um museu, dependendo do caso e da casa.

O Museu do Mel, no Apiário Amigos da Terra, reforça a ideia de Einstein de que a humanidade sucumbirá caso venha a ocorrer o desaparecimento das abelhas. Que a nossa consciência nos livre de tamanho mal! Enquanto isso, Wanderson Nogueira pergunta – “O amor acaba?” – E a resposta vem, certeira: “O amor se transforma”!

Muita coisa acontecendo no fim de semana e a abertura da “Super Copa SAF” tem seu início agora em maio, indo até a final, em 14 de julho. Eu sou uma apreciadora de tabelas de campeonatos esportivos. Parabéns aos organizadores! O esporte é sempre fascinante e não é sem razão que o Centro Excursionista Friburguense presta homenagem ao escalador Hermano Fontão, que completaria 91 anos neste 20 de maio. Como conta o seu irmão, Humberto Fontão: - “Hermano viajou o país inteiro subindo montanhas”.

O tema “Raio X do Meio Ambiente continua em pauta. Sendo nossa cidade a “Capital da Moda Intima”, ainda falta uma ampla reutilização dos resíduos descartados pela indústria têxtil. O trabalho artesanal dos artistas não dá conta do reaproveitamento total dos materiais, fato que ainda falta descobrir o x da questão. De repente poderia ser feito um estudo junto aos alunos do “Projeto Integrador Senai + Empresas, já que por intermédio do programa, esses alunos desenvolvem “ações inovadoras” com soluções para os desafios das indústrias.

Em “Há 50 Anos” festejava-se o aniversário da cidade com várias comemorações não diferentes do que ocorreu neste ano de 2019, com o tradicional desfile das instituições. Comentava-se também sobre a necessidade de reforma da Igreja Matriz, conclamando os católicos friburguenses para auxiliarem a comissão designada de angariar fundos para as obras. Voltando ao presente, o Jornal A VOZ DA SERRA está com tudo e não está prosa, pois recebeu, das mãos do deputado Sérgio Louback,  a Moção de Aplauso e Louvor, concedida pela Alerj em homenagem aos 74 anos do Jornal. Parabéns e muito merecido.

Em Massimo, a máxima de um dos autores preferidos de mamãe, Isaac Asimov:   – “Se o conhecimento pode criar problemas, não é através da ignorância que podemos solucioná-los” Com toda a certeza, o conhecimento é o timão que conduz ao domínio da existência. Nada melhor do que conhecer as coisas e ter noção do que se deseja. Vale uma boa reflexão. Entrando no clima do conhecimento, no Pinçado da Internet, David Massena colabora com o pensamento – “Quem não sabe o que busca, não identifica o que acha”. Antes de tudo, para achar alguma coisa é preciso conhecer! Linda semana, pessoal!...

Publicidade
TAGS:
Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.