Da fotografia ao pé de meia, AVS é uma viagem memorável!

Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

terça-feira, 08 de janeiro de 2019

Começar as viagens de 2019 festejando o Dia Nacional do Fotógrafo, 8 de janeiro,  é começar com o pé direito. Sair pelo Caderno Z e, logo de cara, encontrar Henrique Pinheiro é sinal de boas energias. Fotógrafo experiente e sensível, Henrique parece que fotografa a alma das coisas. “Seus olhos são capazes de enquadrar a realidade que, muitas vezes, passa despercebida aos olhos dos outros”. Contemplar fotografia é comigo. Jamais me cansa. Eu fico olhando, buscando os detalhes, as expressões e penso que uma foto vale por mil palavras. Parabéns Henrique pelo seu dia e pelo dia a dia que você tão bem traduz com a magia do seu olhar atento.

Outro ícone da fotografia em Nova Friburgo é Regina Lo Bianco. Ela também vem abrilhantar o Caderno Z e no deslumbramento de sua sensibilidade, nós somos sempre presenteados com seu trabalho fotográfico. E pensar que no Brasil a história fotográfica passou pelas lentes de D. Pedro II. De lá pra cá, arte de fotografar evoluiu em instrumentos e apetrechos, mas a sensibilidade continua sendo a grande ferramenta capaz de revelar o mundo no enquadramento de apenas um clique. Sinceramente, a presente edição do “Z” merece uma bela moldura, minha gente.

O ano começa bem para os esportes, com boas perspectivas para as modalidades de ciclismo. Vinicius Gastin nos dá uma prévia dos acontecimentos que serão destaque, como por exemplo, o Montanha Cup, o GP das Montanhas e o Route MTB.  Além do espírito esportivo, o Route lembra os colonizadores suíços. A bicicleta chegou a Nova Friburgo  no século 19 e foi considerada “elemento de modernidade”. E que moderna!

Da bicicleta para o ônibus foi um pulo e a Faol avisa que tem nova numeração nas linhas dos coletivos municipais. A mudança, com dois dígitos em vez de três, acompanhando o nome da linha, visa facilitar a identificação para pessoas com dificuldade de leitura. Enquanto se quer dar mais visibilidade para uns, outros reclamam da falta de iluminação em algumas ruas do centro e também no distrito de Amparo. A charge de Silvério – “Iluminação Pública” realça as estrelas no lindo céu noturno friburguense. Aliás, não nos esqueçamos de que nossa cidade está entre os dez melhores céus do Brasil para observação dos astros. Mas, olhar o céu é bom com segurança.

Em “Há 50 Anos”, em Sociais, destacava-se o aniversário de Layse Ventura no dia 9 de janeiro. Não é que passados cinquenta anos, novamente a coluna destaca o aniversário de Layse? Na presente foto, a aniversariante está cercada pelos mimos de seu esposo, Gildásio, e mais uma turma de gente muito bonita. Parabéns Layse Ventura que tem a ventura de esbanjar paz e felicidade.

Louvável! Simplesmente louvável é a iniciativa da empresa do Teleférico no sentido de montar um parque infantil na Praça do Suspiro. A doação dos equipamentos foi passada ao município, mas, ainda assim, a empresa assumirá a manutenção do espaço, como garante o empresário Rodolfo Acri, proprietário do Teleférico. A satisfação de ver as crianças brincando é a recompensa pela nobreza do gesto.

Felicidade é o que também se vê no gesto dos organizadores da “Ação Social”, no Vale do Cedro, que presenteou cerca de 300 crianças no Stucky, no dia 23 de dezembro. O maratonista Reginaldo Azevedo e sua irmã, Cristiane, já fazem essa “maratona” pela quinta edição. Eles contam com a ajuda de centenas de pessoas que se dispõem a doar brinquedos e várias empresas que colaboram com as demais demandas. Todo esse empenho comprova que ser feliz é fazer os outros felizes.

O ano novo está aí, cheio de propostas para uma vida melhor. “Juntar dinheiro e sair do vermelho” é a meta de muitos brasileiros para 2019. Organizar orçamento deve ser levado em conta para não se atrapalhar com as contas. Afinal, como diz minha querida amiga, Fausta Sidoni – “Mais importante do que ganhar, é saber gastar”!  Abrir mão de algumas coisinhas pode ser a chave para o pé de meia. Boa sorte para todos nós!

Publicidade
TAGS:
Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.