Novos dias

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna às terças e quintas.

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Novos dias
A coluna Observatório passa a ser publicada agora todas as quartas e sextas-feiras, ao invés das terças e quintas. Aos sábados, continuo assinando a coluna Palavreando com as crônicas nossas de cada semana no Caderno Z.

Éramos Seis
Disse na coluna passada que eram dois, mas na verdade são três friburguenses na novela que faz sucesso na faixa das seis da Globo. Além dos atores Gabriel Borges e Bernardo Dugin que entraram na segunda fase do folhetim, tem a escritora da trama, Ângela Chaves, filha do friburguense dr. Ângelo Chaves.

Ângelo Chaves
Uma família de ilustres. Dr. Ângelo foi presidente do Fluminense no início dos anos 90. Para além das Laranjeiras, ainda adolescente, assistiu à confecção do estatuto da sua escola de samba, Vila Isabel. Mas suas raízes são muito friburguenses e aqui vive com sua esposa, alimentando essa paixão pela família, pelo Fluminense, pela Vila e, é claro, por Nova Friburgo.

Ângela Chaves
Já sua filha, Ângela Chaves, tem conseguido com proeza uma das missões que outros escritores talvez recusariam. Dar ar de novidades à novela Éramos Seis, sucesso em três emissoras diferentes (Tupi, Record e SBT) e agora na Globo. Aliás, sonho antigo da Globo, que se consuma como o maior sucesso de audiência e crítica no horário das seis na última década.

Marca friburguense
A trama baseada no romance de Maria José Dupré entra para a história da teledramaturgia brasileira com o feito de estar na sua 5ª versão, numa 3ª emissora diferente. Vale lembrar que o primeiro trabalho como titular de Ângela Chaves foi no sucesso “Os dias eram assim”. Mas antes auxiliou diversas obras de sucesso como “Celebridade”, “Páginas da Vida” e “Viver a Vida”.   

Trio de talentos
Enquanto Bernardo e Gabriel fazem parte do núcleo de jovens revolucionários, a escritora Ângela traz luz aos personagens daquela época com certa contemporaneidade. Um feito e tanto, respeitando temas atemporais como amor, família e sensibilidade social. A junção dos três em Éramos Seis é uma feliz coincidência.            

Dez anos
A Luau TV acaba de completar dez anos em Nova Friburgo. A emissora que surgiu após o boom das TVs a cabo resiste após passar a fase de ouro que fez Nova Friburgo chegar a ter o impressionante número de sete emissoras de TV no sistema por assinatura RCA Company.

Programas de sucesso
Tendo o professor Alexandre Gazé como seu mentor, programas como “Retrato Falado”, comandado pelo próprio Gazé; “Diálogo”, de Hamilton Werneck e “Pé na Roça”, com Sérgio Ferraz, estão entre os grandes destaques da programação da emissora genuinamente friburguense.    

Compromisso com a história
Mas talvez o grande carro chefe e contribuição da TV à sociedade sejam os programas que resgatam a história local, sendo verdadeiros documentos da biografia friburguense.  “História e Memória”, “Por dentro da história”, “A Velha Nova Friburgo” e “Baú de Histórias” são resultados do trabalho apaixonado e preciso da historiadora e colunista de A VOZ DA SERRA, Janaína Botelho.

TV a cabo x streeming
O momento de várias emissoras de TV passou, ainda que o local tenha a sua presença forte nos meios de comunicação. Com a ampliação dos serviços de internet e consequentemente da programação por streeming, aliado ao aumento da concorrência com empresas que oferecem combos de serviços entre os quais o de TV, a assinatura de TV a cabo com os canais locais perdeu força.

Novas plataformas
Muitas emissoras como a própria Luau e especialmente a TV Zoom, reforçaram outros mecanismos para seus programas, garantindo audiência no YouTube e em outras redes sociais ou ainda capitalizam seguidores através de aplicativos próprios.

Jacque Polo
Por falar em datas especiais para os veículos de comunicação, a radialista Jacque Polo está completando dez anos de carreira pela Rádio Conselheiro FM. Com público cativo, principalmente no distrito que dá nome à emissora em que atua, Jacque anima as manhãs da 87,7 e tem se evidenciado como um dos grandes talentos da comunicação friburguense.            

Mais dez anos!
Haverá festa para celebrar essa década de atuação com o nome do programa da apresentadora: “Festa Music”. Será no sábado, 16, a partir das 20h, no Boteco Vip. Com apresentações de Cissa Rêgo e Marcos Vinícius, PGZ, Marlon Dias e os DJs Krizz e Lorran Ribeiro.

Palavreando
“Eu não entendo a existência do preconceito. Entendo ainda menos o crescimento do preconceito em tempos como os nossos em que já descobrimos tanto. A evolução parece nos retroceder, quando o conhecimento nos deveria fazer mais irmãos”.

 

Foto da galeria
O Festival Internacional de Cinema Socioambiental começa hoje, 13, mas já vem causando pela criatividade e simbolismo de seu cartaz de divulgação. O desenho é de Renato Aroeira e traz muitas e imaginativas interpretações, ao mesmo tempo que remete ao conceito do planeta que o homem come com voracidade. Como detalha reportagem nesta página, em sua 8ª edição, o Fricine conta com 60 filmes de 41 países diferentes, além da produção de curtas através de um concurso de redações em escolas.
Publicidade
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna às terças e quintas.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.