Nova Friburgo na final

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna às terças e quintas.

quinta-feira, 05 de setembro de 2019

Nova Friburgo na final
O desenho de um aluno friburguense pode estampar o uniforme dos estudantes de toda a rede estadual. É que a arte do aluno Pedro Henrique Lobo Vieira, do Instituto de Educação de Nova Friburgo (Ienf), está na final do concurso que vai escolher a logo dos novos uniformes da rede estadual de ensino.

Concurso para logo dos uniformes
Com milhares de desenhos apresentados, Pedro Henrique venceu a etapa regional e representa a Coordenadoria Serrana II na divisão geográfica da própria Secretaria de Estado de Educação (Seeduc).

Na briga
Agora, 14 desenhos concorrem na fase final que será definida através do voto pela página da Secretaria no Facebook, aberta a todos. A votação termina no próximo dia 10. Concorrem com o friburguense, desenhos de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro (4), Duque de Caxias, São João de Meriti, Bom Jesus do Itabapoana, São João da Barra, São Gonçalo, Niterói, Valença e Guapimirim,  

Vote lá!
Até o fechamento desta edição, a logo apresentada pelo aluno do Ienf tinha mais de 4,6 mil votos, ocupando a 2ª posição, perdendo por pouco para um trabalho feito por um trio de alunos de uma escola de Nova Iguaçu.

Somente até o dia 10
Numa avaliação dos concorrentes, o desenho de Pedro Henrique é um dos melhores. Se for levado em conta os critérios técnicos, certamente é o favorito. O resultado sai no mesmo dia em que a votação será encerrada, próxima terça-feira, 10. Ficamos na torcida! Ajude com o seu voto a eleger a arte do aluno de Nova Friburgo, basta curtir o trabalho dele na página da Seeduc no Facebook.   

Mais de 600 mil alunos
A marca estampará o uniforme de toda a rede, ou seja, será usada por mais de 600 mil alunos de 1,2 mil escolas dos 92 municípios fluminenses, a partir do ano que vem. A ideia de fazer um concurso para o uniforme é representar o protagonismo e a criatividade juvenil. Serão distribuídos mais de dois milhões de kits, sendo três para cada aluno. Duas camisas polos para o dia-a-dia e uma camisa de malha para as aulas de educação física.

O retorno de Eros
“Eros, o Musical” retorna para mais uma temporada com apresentações de hoje, 5, a domingo, 8. Chamada de temporada popular, com ingressos acessíveis a R$ 25, destaque para a apresentação de domingo que reserva uma roda de conversa sobre relacionamentos abusivos e violência doméstica. O debate que acontecerá após a apresentação dos atores dirigidos por Bernardo Dugin terá a coordenação da OAB Nova Friburgo.

Músicas ainda não disponíveis
E ainda não será dessa vez que o público terá a chance de levar para casa o CD com as músicas do espetáculo. O trabalho de edição sonora ainda não foi finalizado e só deve estar disponível para as apresentações marcadas para o mês que vem na capital fluminense. As músicas do espetáculo são todas autorais e estarão disponíveis também nas plataformas de streeming até o fim do ano.          

Vamos, Frisão!
Angra dos Reis é o adversário do penúltimo jogo do Friburguense, em casa, no 2º turno do Estadual da Série B, neste sábado, 7, feriado da Independência, às 15h. E, que não seja mesmo o penúltimo. Afinal, só será o penúltimo jogo em casa, em caso de eliminação, adiando o sonho do retorno à elite do futebol estadual para 2021.

Luta pelo turno
Para ter mais jogos em casa, o Friburguense precisa se classificar para as semifinais do turno ou ficar entre os dois primeiros da classificação geral. Passando em 1º do grupo, joga a semifinal em partida única no estádio Eduardo Guinle, podendo até empatar. Se passar em 2º, o jogo é fora e tem que vencer para avançar à final que acontece com mando sorteado.

Os caminhos
Sendo campeão do turno ou estando entre os dois melhores classificados da soma geral da competição, o Friburguense jogaria até mais duas vezes no Eduardo Guinle. Pelas semifinais e pela final, disputadas em partidas de ida e volta. Como campeão de turno, decidiria as semifinais gerais em casa e com direito a empates para ir à final. Os dois finalistas, independente do campeão sobem para a fase seletiva da primeira divisão.

Palavreando
“Se quanto mais aprende e experimenta, mais perguntas ficam sem respostas, viaje mais, mesmo não tendo para onde ir”.

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna às terças e quintas.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.