As maravilhas produzidas pela resistência

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Hoje é dia

  • Internacional do Riso
  • da Esteticista

O dia

Em 18 de janeiro de 1778, a descoberta do Hawaí. O capitão inglês James Cook, navegante, descobriu o arquipélago do Havaí, que foi batizado de ilhas Sandwich.

Observando...

Cinco notícias que, talvez, você não viu

  • MP diz que estado não pode usar empréstimos em obra do metrô
  • 500 anos depois, DNA identifica doença que dizimou 15 milhões de astecas
  • Após 170 botos mortos, MPF/RJ exige suspensão de dragagem em Sepetiba
  • Brasileirão é eleito o 3º nacional de futebol mais forte do mundo
  • Sony confirma para abril início de filmagens do novo filme do He-Man

Palavreando

Os sonhos sempre são bons, mas muitas vezes o que nos tornamos sem ter imaginado é melhor ainda.

As maravilhas produzidas pela resistência

O carnaval 2018 traz uma das melhores safras de sambas dos últimos anos. Desde a época da redemocratização, as escolas do Rio de Janeiro não traziam enredos tão politizados. O momento histórico que vivemos - onde a democracia corre tanto risco quanto o próprio carnaval - fez com que os carnavalescos desenvolvessem o tema e os compositores, sambas quase panfletários.

Assim como a resistência à ditadura fez a MPB produzir suas mais emblemáticas obras-primas, o efeito corrupção, Temer, intolerância religiosa, Crivella, crise, Pezão, fizeram com que os sambas desse ano voltassem os olhos para quem representam e cantar assim a voz do povo. É o carnaval fazendo o que tem que ser feito e retomando suas mais puras raízes. É o que diz a Tuiuti, “senhor, eu não tenho a sua fé, e nem tenho a sua cor, tenho sangue avermelhado. O mesmo que escorre da ferida mostra que a vida se lamenta por nós dois, mas falta em seu peito um coração ao me dar escravidão e um prato de feijão com arroz”; é o que canta a Mangueira, “que a rua é nossa, mas é por direito (...) não me leve a mal, pecado é não brincar o Carnaval”; é o que panfleta a Beija-Flor, “estenda a mão meu senhor, pois não entendo tua fé, se ofereces com amor, me alimento de axé. Me chamas tanto de irmão e me abandonas ao léu, troca um pedaço de pão, por um pedaço de céu”; é o que canta forte a Salgueiro, “liberdade é resistência e à luz da consciência a alma não tem cor”.

Porque se alguém precisa falar, será o samba a fazer ouvir o que a rua quer mandar. Salve o Carnaval e os sambas deste ano que já estão na história. Que se inicie a nova história pela revolução da Sapucaí! 

Mutirão identidade

Com problemas no atendimento de emissão de carteiras de identidade, Nova Friburgo está entre os 10 municípios do Estado que terão a realização de mutirões para a prestação do serviço. Os mutirões começaram ontem, 17, nos postos de atendimento de identificação civil. Funciona das 9h às 16h, com distribuição de 90 senhas diárias.

Procedimentos

Após o atendimento, o cidadão receberá o protocolo. Para a emissão da carteira de identificação, o cidadão precisa ir ao mutirão com uma certidão original: nascimento ou casamento. Os pedidos da primeira via da identidade são feitos de forma gratuita. Já os da segunda via precisam de pagamento de DUDA (código 500-2) no valor de R$ 37,15.

Teste do pezinho

O Estado passará a oferecer o serviço de entrega online do Teste do Pezinho. A ferramenta já está disponível em algumas unidades que realizam o teste como as APAEs. A ideia é dar comodidade aos pais que nesse período estão voltados para os bebês.

Estádios aptos

O Eduardo Guinle é um dos 17 estádios do Estado aptos a receber partidas de futebol profissional. Inclusive, há possibilidade de o estádio receber partidas do Estadual que começou nesta semana. Dos 17 estádios, 11 estão com problemas de laudo. São quatro os documentos necessários: da Polícia Militar, dos Bombeiros, da Vigilância Sanitária e da Engenharia. 

Publicidade
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.