Sustentabilidade

Renata de Rivera

Meu Bairro Sustentável

O projeto do núcleo Meu Bairro+200 idealizado por Renata de Rivera visa tornar Nova Friburgo uma cidade sustentável. Sua coluna traz dicas de ações por uma cidade mais limpa, com menos lixo e poluição e uma vida mais saudável.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Ouvimos constantemente falar sobre a palavra sustentabilidade, aliás dificilmente encontraremos alguém que não tenha tido contato com noções básicas do que essa ideia representa para nossa vida em sociedade. Mas até onde reproduzir apenas a palavra por um mero modismo poderá ajudar-nos a entender os conceitos fundamentais da prática desse mesmo conceito? Hoje, nesse espaço, vamos abrir mais essa ideia e sua prática auto consciente. 

É muito comum associarmos sustentabilidade à ideia do verde, ou seja, basta coletar água da chuva, reciclar seu lixo, plantar uma ou outra árvore e pronto, já sou sustentável. Evidentemente essa é uma pálida noção do que essa ideia representa em nossas vidas, tendo em vista que se reduzirmos esse conceito a apenas ao meio ambiente estaremos diminuindo o poder que uma atitude sustentável tem no social, cultural, econômico. 

Quando entendemos a sustentabilidade como uma espécie de cosmovisão, ou seja, uma visão de mundo, percebemos que essa palavra está na nossa necessidade de vida. Por exemplo, imagine que você está participando de uma palestra em um ambiente fechado, sem janelas, com ar condicionado quebrado e cadeiras desconfortáveis, pois é, dificilmente esse ambiente seria capaz de sustentar sua permanência ali.

Para que fosse possível adquirir o máximo de conteúdo apresentado nesta palestra imaginária você necessitaria de um ambiente favorável à sua permanência e aprendizado, em outras palavras, seria imperativo um ambiente sustentável. Podemos aprender com isso que essa ideia está além de preencher meros protocolos reproduzidos como modismo, precisamos interpretar como escopo da vida sustentável o mundo capaz de deixar a vida mais confortável, economicamente viável e moralmente acessível aos padrões universais de solidariedade, honestidade, justiça e equidade.  

Para refletir:

 Luto por Brumadinho, por Mariana, por Nova Friburgo, pela vida e o planeta.

“Ser humano, ser humano. Por que ser tão falso?
Por que tão desumano?
Por que machucar tanto?

A ganância que tens, o mal que o corrompe.
É o sistema, o dinheiro...
Ou as coisas da vida? Que de tanto o açoitarem,
Não deixou fechar ferida.

Ser humano, ser humano. O destino o aguarda.
Faz aqui e te prepara pois o pagamento não tarda
O vaso ruim não quebra. Mais uma hora se desgasta.

Oh ser humano, um dia quem sabe tu aprendes.
Que o bem não é comprável, que o capital vale tanto quanto o mais precioso bem vil. e que quanto estiveres aos prantos.

Sou eu que o levanto, e com encanto anuncio.
Que o ser, humano. Está na simplicidade, que reside junto a bondade, e alastra-se lentamente por onde anda sua tristeza, então aprenda que não é com riqueza que se conquista a nobreza.”

Arthur Rodrigues

Calendário Verde - Janeiro
1- Dia do Combate da Poluição por Agrotóxicos
31 - Dia do Engenheiro Ambiental 

Seja um parceiro do Meu Bairro Sustentável
Contatos: 22 999383408
e-mail:meubairrosustentavel@outlook.com
facebook.com/meubairrosustentavel
facebook.com/disqueoleousado
Youtube- MBS - Meu Bairro Sustentável

Publicidade
TAGS:

Renata de Rivera

Meu Bairro Sustentável

O projeto do núcleo Meu Bairro+200 idealizado por Renata de Rivera visa tornar Nova Friburgo uma cidade sustentável. Sua coluna traz dicas de ações por uma cidade mais limpa, com menos lixo e poluição e uma vida mais saudável.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.