Desejo a todos em feliz Natal e um excelente 2020

Max Wolosker

Max Wolosker

Economia, saúde, política, turismo, cultura, futebol. Essa é a miscelânea da coluna semanal de Max Wolosker, médico e jornalista, sobre tudo e sobre todos, doa a quem doer.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Como faço todos os anos tiro férias no mês de dezembro, portanto essa é a minha última coluna de 2019. Já se vão mais de 14 anos escrevendo semanalmente em A VOZ DA SERRA, começando em 2005, durante meu estágio, obrigatório, do curso de Comunicação Social da Universidade Candido Mendes, em Nova Friburgo. Fui aceito pelo saudoso Laercio Ventura, então, diretor do jornal que me apoiou e permitiu que desse os primeiros passos no meu novo desafio, de ser jornalista, além de médico. A experiência foi e continua sendo muito boa e gratificante, daí que meu primeiro voto de Feliz Natal e um 2020 com muita saúde, paz e viagens mil vai para Adriana Ventura, atual diretora do jornal e que tão bem ocupou o lugar do seu pai.

O ano que se despede foi muito bom para o Brasil que conseguiu, enfim, se livrar de uma era nefasta e viciada, que começou com Fernando Henrique Cardoso e terminou com Michel Temer. Foram quatro presidentes para não deixar saudades e que sangraram o Brasil quase até a morte. O grande desgosto da esquerda é que a sua supremacia acabou, assim como suas histórias macabras de roubo e corrupção desmascaradas pela operação Lava-Jato. Mas, o que mais irrita essa gente é que o presidente Jair Bolsonaro, mesmo não tendo vida fácil, tendo de matar um leão todos os dias, conseguiu iniciar uma recuperação financeira impensável e devolver o respeito que é devido ao povo brasileiro.

Nossa economia reinicia seu crescimento, a taxa de desemprego, mesmo que timidamente, começa a diminuir e a corrupção que abalou os alicerces do país está sob controle. Por mais que a mídia comprada e a esquerda despeitada vasculhem, não conseguem encontrar nada que desabone a conduta moral e profissional do nosso presidente.

Até o nosso PIB conseguiu uma recuperação tímida, mas firme, nesses últimos dois bimestres, o que mostra o acerto da política econômica do atual governo, com a chegada de investimentos estrangeiros e uma retomada do crescimento industrial. Que o próximo ano seja melhor que o atual e que uma luz divina faça, tanto o nosso Congresso Nacional como o STF, pararem de atrapalhar e cumprirem seu verdadeiro papel, aquele de lutar pelo crescimento do país e pela qualidade e dignidade de vida do cidadão, aquele mesmo que elege deputados e senadores e paga, através de seus impostos, o salário dos membros do STF. Triste constatar que a maioria não merece esses salários altíssimos, quando comparado à grande massa trabalhadora desse imenso Brasil.

Aos meus leitores, aos meus amigos e aos meus colegas de jornal desejo um Feliz Natal e um 2020 com muita saúde, paz no coração e, principalmente, com muita capacidade de observação e discernimento, pois o próximo ano é um ano eleitoral e ninguém merece vereadores e prefeito como os atuais, de Friburgo. Temos uma cidade esburacada, feia, mal cuidada que em nada lembra a Friburgo dos anos que vão da década de 50 até 80 do século passado. Além disso, temos um sistema de saúde pública ridículo e um ensino médio que deixa muito a desejar, pois o abandono a que são relegados professores, médicos e para médicos chega a ser um caso de polícia.

Que 2020 seja o ano da virada de nossa cidade e que o povo friburguense volte a desfrutar da qualidade de vida que merece, aquela mesma que nossa classe política não soube manter ao longo de décadas.

Publicidade
TAGS:

Max Wolosker

Max Wolosker

Economia, saúde, política, turismo, cultura, futebol. Essa é a miscelânea da coluna semanal de Max Wolosker, médico e jornalista, sobre tudo e sobre todos, doa a quem doer.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.