Simone sem Simaria

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Para pensar:

"Nenhuma época soube tantas e tão diversas coisas do homem como a nossa. Mas em verdade, nunca se soube menos o que é o homem."
Martin Heidegger

Para refletir:

"A vida é uma tragédia quando vista de perto, mas uma comédia quando vista de longe.

Charlie Chaplin

Simone sem Simaria (1)

O show da dupla Simone & Simaria, que aconteceu no último domingo, 22, na Via Expressa, com a ausência de Simaria por razões médicas, causou certa frustação em parte do público que manifestou a possibilidade de não comparecer mais ao evento, e buscar a devolução do dinheiro pago pelo ingresso.

Na última sexta feira, 20, A VOZ DA SERRA procurou o Procon para saber orientações de como o público deveria proceder, pois recebeu várias reclamações de fãs da dupla.

O órgão, através do seu coordenador, o advogado André Abicalil, responsável pelas negociações com a produtora do show, declarou ao jornal que as pessoas que se sentissem lesadas deveriam procurar o Procon, caso a tentativa de devolução dos ingressos não ocorresse automaticamente, e reiterou que qualquer pessoa poderia pedir essa devolução.

Abicalil disse ainda que os representantes da produtora, que compareceram à sede do Procon na tarde de sexta-feira, 20, acordaram a devolução dos valores pagos pelos ingressos àqueles que se sentissem prejudicados com a ausência de uma das cantoras.

Simone sem Simaria (2)

Para nossa surpresa, a organização do show fez um comunicado em sua página de uma rede social no dia do show, desmentindo as informações fornecidas ao jornal pelo Procon, da possibilidade de ressarcimento, confundindo o público.

Nesta terça-feira, 24, entramos novamente em contato com o advogado do Procon, para informá-lo sobre esse comunicado da produtora que desmentia todas as informações veiculadas por A VOZ DA SERRA.

André Abicalil, por sua vez reiterou todas as informações que foram passadas por ele ao jornal, e reforçou que qualquer pessoa tem direito a devolução dos ingressos, diretamente com a produtora, ou através da intermediação do Procon ou ainda por via judicial.

Simone sem Simaria (3)

A VOZ DA SERRA esclarece que, ao apurar uma denúncia, procura sempre os órgãos oficiais para checar todas as informações e reafirma o compromisso de noticiar somente os fatos, com suas devidas provas, através de fontes oficiais.

Afinal, defesa do consumidor é com o Procon

Discutindo a UPA

O plenário da Câmara Municipal abre suas portas hoje, 25, às 18h, para a realização de audiência pública proposta pelo vereador Wellington Moreira, presidente da Comissão de Saúde do Legislativo municipal.

O tema do encontro é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Conselheiro Paulino, e para a ocasião foram convidados representantes dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e do Trabalho, representantes de classes, o procurador municipal, o secretário municipal de Saúde, o diretor da unidade e o prefeito Renato Bravo.

Pauta

Entre os principais assuntos a serem discutidos estão questões relacionadas aos prestadores de serviços (RPAs), bem como os Termos de Ajustamento de Condutas (TACs) firmados entre o município e a Justiça.

A audiência é pública e aberta à população.

Aspas

"É importante que os funcionários da unidade compareçam em peso, pois é assunto de interesse da população e deles também", convocou Wellinton Moreira.

Pertinência

Cá entre nós, a audiência não poderia se dar em momento mais pertinente.

Afinal, as forças favoráveis à terceirização de serviços na municipalidade - em especial na saúde pública - estão em plena atividade em nosso município, não apenas para manter a UPA exatamente como está, mas também para ampliar as possibilidades de atuação das organizações sociais (OSs).

Lavando as mãos

Nos bastidores, por exemplo, a mesma voz que em passado recente reconheceu que muitas destas organizações têm sim pretensões lucrativas e já ganharam bastante dinheiro por aqui, insinuou que a prefeitura já cumpriu o que determina o TAC com o Ministério Público do Trabalho ao enviar para a Câmara o projeto que prevê a contratação de pessoal para a UPA.

E foi ainda mais claro: agora, se a bancada governista se posicionar contra o projeto, a responsabilidade será do Legislativo, e não do Executivo.

Faz de conta
Então é isso, vamos brincar de fazer política.

Todo mundo entendeu o espírito do TAC, promessas foram feitas, mãos foram apertadas, mas no fim a gente finge que tentou, a bancada finge que tem autonomia para peitar o governo numa questão como essa, e tiramos esse assunto chato de pauta.

Fazemos um teatro e todo mundo fica feliz.

Coincidência? (1)

Talvez seja mais fácil compreender a predileção de alguns políticos pelo sistema de OSs quando a gente vê que um funcionário demitido em meio a sindicância para apurar denúncia de agressão a um paciente pode retornar, por indicação política, poucos meses depois em função de supervisão.

Coincidência? (2)

E já que estamos falando sobre a UPA, a coluna registrou dias atrás a existência de uma denúncia de racismo que teria se passado dentro da unidade.

Pois bem, também existem desdobramentos a esse respeito.

Afinal, coincidência ou não, a funcionária chamada a depor como testemunha foi demitida no primeiro dia útil após ter se manifestado oficialmente sobre o caso.

Perguntar não ofende

E as prometidas UPAs de Olaria e São Geraldo?

Teremos alguma novidade sobre elas?

Sangue na água

Infelizmente a vitória não veio para o guerreiro Edson Barboza.

A coluna chegou a afirmar, após o confronto com o russo Khabib Nurmagomedov, atual campeão dos pesos leves, que Juninho precisaria se reinventar porque outros tentariam a mesma tática de empurrá-lo constantemente para trás, a fim de dificultar a execução de seus chutes e forçarem uma luta corpo a corpo.

Não deu outra: Kevin Lee fez exatamente isso.

Pagando o preço

Barboza tornou-se um lutador muito temido e respeitado, e não são muitos os adversários que se arriscariam a enfrentá-lo num combate aberto.

Por isso mesmo, talvez ele esteja pagando o preço por ter se tornado um lutador espetacular, e provavelmente o melhor chutador de todos os pesos no UFC.

Por pouco

Dito isso, Barboza demonstrou muito coração, justificou o papel de destaque que lhe foi dado pela organização e esteve muito perto de protagonizar uma virada antológica no terceiro round, quando um de seus poderosos chutes deixou o adversário à beira do nocaute.

Um pouco mais de calma, naquele momento, teria fatalmente liquidado a fatura a seu favor.

Orgulho

O sonho do título agora fica mais distante, mas Barboza continua sendo muito respeitado e um tremendo orgulho para Nova Friburgo, cidade que mais uma vez teve seu nome pronunciado para enorme audiência no mundo inteiro.

Seguimos juntos, campeão!

Difícil acesso

Uma leitora, que preferiu ter sua identidade preservada, enviou mensagem a respeito de um de nossos principais espaços de convivência, que há muito não serve a este propósito.

"Tenho um filho de dois anos que adora correr e brincar na Praça Marcílio Dias, no Paissandu. No entanto, como mãe, preciso manifestar minha insatisfação com as dificuldades de acesso a este lugar tão privilegiado, em ponto nobre de nossa cidade."

Desperdício

"Existe apenas um ponto seguro para a travessia da rotatória, o que torna inviável o fluxo de pessoas, uma vez que é preciso sair por onde entrou. A praça deixa de ser um local de passagem para se tornar um espaço bonito e deserto, a ser admirado rapidamente pelas janelas dos carros. Tremendo desperdício!"

Respostas

A lista de acertadores do desafio publicado na última sexta-feira, 20, começa com Sílvio Poeta e segue com os craques Marcelo Machado, Rosemarie Künzel e Cristielton Viana, além de Eloir Perdigão e Girlan Guilland, cujas respostas a coluna toma a liberdade de reproduzir.

Eloir - "A bela construção do desafio é a residência do bispo diocesano, que já foi sede da Associação Católica. Registre-se que recebeu total atenção do bispo Dom Edney e por isso está tão bela, bem como seus jardins. Quem não conhece ou não a vê há algum tempo vale a pena conferir."

Girlan - "O imóvel é, tradicionalmente, conhecido como Casa do Bispo. Pertence à Diocese de Nova Friburgo, sendo que em seu entorno funciona também a sede da Mitra e da Cúria Diocesanas. Vale lembrar ainda que, originalmente, esse prédio pertenceu ao coronel Costa (Antônio Fernandes da Costa), que em fins do século 19 adquiriu os direitos de exploração do serviço de energia elétrica no município. No entanto, somente em 24 de junho de 1911 foi inaugurada a energia elétrica e a iluminação pública de Nova Friburgo, como resultado do episódio chamado "A Noite do Quebra Lampiões" (17 de maio de 1911), quando a população, revoltada com a demora da aprovação da autorização ao industrial alemão Julius Arp para explorar o serviço (e implantar a nossa primeira indústria, a Rendas Arp), saiu às ruas quebrando todos os antigos lampiões a querosene que iluminava, noite sim e outra não, as ruas da cidade."

Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.