Mordaça enfraquecida

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Para pensar:

“O homem que se vende sempre recebe mais do que vale.”

Barão de Itararé

Para refletir:

“Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador.”

Paul Valéry

Mordaça enfraquecida

Um dos motivos pelos quais algumas gestões não se esforçam tanto pela promoção de concursos públicos é que servidores com estabilidade ficam muito mais respaldados para que possam denunciar situações que não deveriam ocorrer.

De fato, a experiência revela que o medo de perder o emprego funciona muito bem como mordaça, ao menos para a maioria das pessoas.

E raramente não é usado como tal.

Não dá mais

Assim, sem entrar no mérito de atuações pessoais - que, ademais, devem ser analisadas pontualmente -, não deve surpreender que a presença de quadros concursados em alguns cargos estratégicos na Secretaria de Saúde comece a se traduzir num fluxo um tanto mais aberto de denúncias que, em outro contexto, talvez fossem feitas de forma mais discreta.

Agora, por exemplo, se alguém tenta interferir num laboratório da rede municipal, ou se propõe a viabilizar exames, agendar consultas ou cirurgias de catarata na base da “influência”, a notícia se espalha rapidamente...

Benedita

A deputada federal e ex-governadora Benedita da Silva (PT) sobe a serra na próxima sexta-feira, 27, para presidir uma edição do “Expresso 168”, ato cultural da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados que leva o número da sala da Câmara onde habitualmente ocorrem os encontros.

O evento funciona como uma mini audiência pública, e tem como objetivo incentivar o debate sobre o setor entre gestores, artistas, produtores e sociedade em reuniões informais.

Onde e quando

Há pouco mais de um mês o vereador Norival, presidente da Comissão de Educação e Cultura do Legislativo friburguense, e petista como Benedita, compareceu a uma edição do encontro realizada na Alerj, e fez o convite para que o Expresso visitasse Nova Friburgo.

O convite foi aceito, e o evento será realizado no auditório do Centro Administrativo César Guinle, a partir das 14h.

Ilona e Gisele

A coluna registrou, semanas atrás, que a friburguense Ilona Szabó está passando uma temporada nos Estados Unidos, dando prosseguimento, na Universidade de Columbia, à sua formação acadêmica.

Pois bem, na última sexta-feira, 20, Ilona juntou-se a Gisele Bündchen na “marcha pela justiça climática”, da qual também participou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

Em suas redes sociais, Ilona publicou uma imagem do encontro com a top model.

Aprovou

Confirmando expectativas, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade, durante a sessão de quinta-feira, 19, o projeto de lei de autoria do vereador Wellington Moreira que pretende tornar preferenciais todos os assentos dos veículos de transporte público em nossa cidade.

Caso a lei venha a ser sancionada, portanto, idosos, obesos, portadores de deficiência ou de dificuldade temporária de locomoção terão direito legal à preferência em qualquer assento e não só aos reservados.

Uma lei, enfim, que torna norma aquilo que a boa educação sempre ensinou.

A propósito...

E já que falamos em ônibus, uma leitora escreveu indignada para reclamar de uma situação realmente inaceitável.

“Fui à rodoviária e fiquei horrorizada com essa situação da foto. As pessoas têm de passar literalmente pela estrada para caminhar, pois a calçada (muito estreita!) foi tomada por um canteiro. Em plena RJ-116, em frente à rodoviária onde desembarcam inúmeras pessoas dos ônibus que param no ponto ao lado.”

Para não passar vergonha

Nova Friburgo está repleta de pessoas empenhadas em sobreviver da Comunicação, sem o menor conhecimento de causa.

A alguns desses, vai aqui uma dica gratuita.

Antes de direcionar ataques pessoais difamatórios a quem quer que seja por ter dito ou escrito alguma coisa, observe se é possível desconstruir, rebater ou desmentir algum de seus argumentos.

Porque xingar sem refutar argumentos apenas confirma que tudo o que foi dito era verdade...

Desafio

Dizem que quem ama é capaz de reconhecer a pessoa amada vendo apenas um detalhe de seu rosto.

E com a arquitetura, será que acontece o mesmo?

Entre os amantes de Nova Friburgo que frequentam este espaço, quem consegue reconhecer a construção à qual pertence este recorte capturado pelo talento generoso de Regina Lo Bianco?

Boa sorte a todos!

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.