Gratidão e exemplo

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sábado, 24 de agosto de 2019

Para pensar:

“Existe sempre uma grande demanda por novas mediocridades. Em todas as gerações, o gosto menos desenvolvido tem o maior apetite.”

Paul Gauguin

Para refletir:

“A violência, seja qual for a maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota.”

Jean-Paul Sartre

Gratidão e exemplo

Em meio a uma pauta que antecipava conflitos, a sessão da última quinta-feira, 22, da Câmara de Vereadores, começou da melhor forma possível, com um pronunciamento da nadadora friburguense Jhenniffer Alves agradecendo aos vereadores que a ajudaram a fazer um tour competitivo pela Europa em junho, que compreendeu 14 competições e rendeu quatro medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze, além de dois recordes sul-americanos.

A família da nadadora também agradeceu a todos que vêm apoiando sua carreira, citando explicitamente o Rotary Club.

Esporte e saúde

Jhennifer também lembrou que voltou dos jogos pan-americanos com uma medalha de ouro e outra de bronze, e deu voz a seu comprometimento com os mais jovens, demonstrando o interesse de ajudar para que mais friburguenses tenham a chance de se tornarem atletas.

“Investir em esporte é investir em saúde”, lembrou, sendo aplaudida de pé por todos os presentes.

Excepcionalidade

Logo após as falas de Jhennifer e sua família, o plenário apreciou o requerimento de excepcionalidade apresentado pelo vereador Marcinho para inclusão na ordem do dia do decreto legislativo 622/2019, o qual pretende sustar os efeitos do decreto do Executivo que autorizou o mais recente aumento no valor da tarifa do transporte coletivo municipal, que subiu de R$ 3,95 para R$ 4,20.

Tramitação normal

Para a aprovação do caráter de excepcionalidade seriam necessários os votos favoráveis de 11 vereadores, uma tarefa tornada especialmente difícil numa sessão na qual seis parlamentares estiveram ausentes, pelas mais diversas justificativas, todas elas lidas no início da sessão.

No fim, o requerimento não foi aprovado, e assim o decreto passa a seguir sua tramitação normal, através de comissões como Serviços Concedidos, Mobilidade Urbana e Constituição e Justiça, antes que possa ser apreciado pelo plenário.

Audiência

Ainda sobre o Legislativo, cabe registrar a importante realização, nesta segunda-feira, 26, de audiência pública sobre políticas públicas voltadas a pessoas com deficiência física.

A reunião, proposta pelo vereador Isaque Demani, é aberta à sociedade e acontece a partir das 18h30.

A participação popular é bastante importante.

TV Câmara

Para encerrar os temas ligados ao Legislativo Municipal, o vereador Alexandre Cruz entrou em contato com o colunista para informar que a licitação da TV Câmara, sobre a qual falamos na coluna de sexta-feira, 23, está marcada para 14h desta terça-feira, 27, e é aberta à toda a população.

Inclusive, se o comparecimento for grande, o processo deve se dar no próprio plenário.

A coluna torce para que a licitação corra bem, e o serviço seja restabelecido o quanto antes.

Espaço aberto

Muito tem se falado recentemente a respeito da licitação que irá definir a organização social responsável por gerir a UPA de Conselheiro Paulino pelos próximos anos.

Pois bem, enquanto falamos sobre isso, chegam ao conhecimento do colunista problemas relacionados ao (não) pagamento das férias de alguns profissionais da unidade, notadamente entre pessoal da limpeza, segurança e maqueiros.

A coluna está aberta para divulgar quando estas situações vierem a ser resolvidas.

Programação do FIT

O Colégio Nossa Senhora das Dores acaba de divulgar a programação do Festival Intercolegial de Teatro (FIT), que em sua edição de 2019 presta merecida homenagem ao inesquecível Paulo Carvalho

Às 18h do dia 30, próxima sexta-feira, será aberta a exposição “Paulo Carvalho”.

Logo em seguida, às 18h30, acontece a abertura do festival.

Por fim, às 19h, o Grupo Teatral Friburguense Companhia Arteira apresenta a peça  “Dona Sorte”, com texto e direção de Maria Clara Wermelinger.

Sábado

No sábado, 31, as atividades começam às 11h com o Instituto de Educação (Ienf) apresentando a peça “Marionetes da Carne”.

Às 14h é a vez do Colégio Estadual Maurício de Abreu apresentar a Peça “Tô na Jaula”.

Em seguida, às 15h, será apresentado o minicurso de extensão “Histórias da Literatura no Teatro”, com certificação pelo Cefet-RJ.

As atividades seguem às 16h com a apresentação da peça “O Santo e a Porca”, pelo Colégio Nossa Senhora das Dores, e se encerram às 18h30 com a apresentação da peça “Rubens, pelo Colégio Estadual Brigadeiro Schorcht.

Domingo (1)

Por fim, no domingo, 1º de setembro, as atividades começam às 9h com uma roda de capoeira.

Logo após, às 9h30, a turma 2002 do Ienf apresenta a peça “Escravos da Cor”.

Às 10h30 é a vez da Apae apresentar sua “Homenagem a Charles Chaplin”, uma hora antes do Colégio Franciscano Santo Antônio encenar “A Revolta dos Brinquedos”.

Domingo (2)

Após o almoço, às 14h, a C.A.S.A apresenta “Piquenique no Pechincha”.

Já às 15h acontece a conclusão do minicurso “Histórias da Literatura no Teatro”, e às 16h30 o Núcleo de Arte Silveira Sampaio apresenta “Capitães de Areia Por Elas”.

Por fim, concluindo as atividades, às 18h30 acontecem o encerramento e as premiações.

Para todos

A edição deste ano conta com um corpo de jurados de peso, que a coluna promete listar na semana que vem.

Todas as atividades acontecem no Teatro Irmã Sania Cosmelli, sempre com entrada gratuita.

Respostas

Identificaram corretamente o belo campanário da Igreja Luterana de Nova Friburgo os leitores Sigrun Karin Ruppelt, José Nilson, Raquel Souza, Stênio de Oliveira Soares, Lourdes Madeira, Marcelo Machado, Rosemarie Künzel e Walter Neto, além dos parceiros Manoel Pinto de Faria, Gilberto Éboli, Igor dos Santos e Manoel Corrêa, que integram a turma assídua da banca de jornais da Rua General Osório.

Parabéns a todos!

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.