Factuais

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quinta-feira, 07 de março de 2019

Para pensar:

“A democracia é uma crença, e uma crença relativamente jovem. A despeito de seu berço antigo, só em meados do século XX ela se disseminou. Quem tem fé na democracia precisa defendê-la contra aqueles que não acreditam nela. É luta árdua.”

Eduardo Correa

Para refletir:

“Nossas preferências não determinam o que é verdade.”

Carl Sagan

Factuais

Bom, já faz uns dias que não nos vemos, e algumas notícias que merecem destaque acabaram se acumulando.

Nada melhor, portanto, do que reiniciarmos os trabalhos com algumas notinhas factuais.

Inclusão

No dia 26 de fevereiro nossa Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, um Projeto de Lei de autoria do vereador Norival que garante prioridade às pessoas com necessidades especiais para a utilização dos espaços públicos de esporte, lazer e cultura.

De acordo com o gabinete do vereador, o projeto foi elaborado em virtude “da grande disputa pelo uso de alguns espaços públicos em Nova Friburgo, sobretudo os ginásios poliesportivos, que necessitam de um agendamento para utilização de um horário específico.”

Redação

Em essência, o texto da lei assegura que 10% dos horários dos ginásios sejam reservados a portadores de deficiência.

“Queremos um município com mais inclusão, e por isso buscamos garantir por lei que as pessoas com deficiência tenham pleno acesso às práticas de esporte e lazer e também a cultura”, declarou Norival.

Histórico

O mesmo vereador já havia aprovado, no ano passado, uma Indicação Legislativa para a criação de um Centro de Referência e Apoio às Pessoas com Deficiência, que pretende ser um espaço na administração municipal destinado a esse público e seus familiares.

A ideia - ainda não aproveitada pelo Executivo - é disponibilizar profissionais especializados, como intérprete de libras, psicólogos, acompanhantes e orientador jurídico.

Aliás, esta talvez tivesse sido uma boa aplicação para parte dos R$26 milhões.

Mas, claro, o governo não quis conversar a esse respeito.

Homenageadas

O gabinete da vereadora Vanderléia recorda a todos nós que no dia 8 de março, próxima sexta-feira, haverá uma reunião solene na Câmara Municipal em celebração ao Dia Internacional da Mulher.

Durante o encontro será entregue a medalha Heloneida Studart a Irinea Mansur, à professora Maria Beatriz Abicalil e à ex-prefeita Saudade Braga.

A reunião terá início às 18h.

Rapidinhas

Algumas pílulas a respeito de nosso carnaval.

Foram incontáveis os relatos de situações bastante perigosas nas esquina entre as avenidas Comte Bittencourt e Galdino do Valle Filho e a ponte da Rua Francisco Miele, decorrentes da pane nos semáforos que deveriam regular o fluxo de veículos em dois dos cruzamentos mais perigosos de nossa cidade.

O colunista foi ao local e testemunhou a veracidade das denúncias.

Na noite de segunda-feira não havia qualquer amparo aos motoristas que por lá passavam, nem aos pedestres que precisavam atravessar as duas avenidas.

Risco absolutamente inaceitável, que não pode se repetir.

Equilíbrio difícil

Em geral, os shows no Centro ofereceram música agradável e em volume suportável.

Também é justo dizer que as atividades não avançaram pela madrugada além do aceitável.

E se a falta de iluminação contribuiu para que ruas transversais às praças continuassem a servir de banheiro, também é verdade que a turma da Secretaria de Serviços Públicos trabalhou bastante - com a providencial ajuda da forte chuva que caiu na terça-feira, para que as ruas ficassem limpas, o quanto antes.

Elogios também à Secom, que fez um belo trabalho de cobertura dos eventos.

Parabéns!

O premiado carnavalesco friburguense Jorge Freitas assinou mais um grande trabalho, e teve papel decisivo na conquista do primeiro título da Mancha Verde, no carnaval paulistano.

Agora, cá entre nós, o colunista ainda não conseguiu se acostumar com esse negócio de escola de samba vinculada a time de futebol.

Blocos temáticos são muito legais, mas escolas deveriam representar comunidades…

Ou não?

No radar

Claro que nem tudo foi perfeito.

Também houve temas mais sérios, mas estes merecem apuração aprofundada antes de serem mencionados.

Tudo a seu tempo.

Respostas

Por questões logísticas, o fechamento da coluna da última sexta-feira, 1º de março, ocorreu mais cedo do que de costume, e assim muitos acertadores do desafio fotográfico envolvendo o inconfundível lago no centro urbano de Lumiar não foram citados.

Segue agora a lista completa, com os devidos parabéns a todos.

Acertadores

José Nilson, Marcelo Machado, Sérgio Silva, Stenio de Oliveira Soares, Rodrigo Inácio, Raquel Souza, Gilberto Eboli, Lauro Eboli, Igor Santos, Manoel Corrêa, Alberto Corrêa, Marcelo Machado, Sérgio Silva, Antonio Lopes, Mariza Cardoso de Oliveira, Carlos Emerson Júnior e Walter Neto.

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.