Esperado

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sexta-feira, 02 de agosto de 2019

Para pensar:

“Imaginar é aumentar o real em um tom.”

Gaston Bachelard

Para refletir:

“Não se tranca um baú vazio.”

Ransom Riggs

Esperado

Na noite da última quarta-feira, 31 de julho, Pablo Sprei se reuniu com o prefeito Renato Bravo para apresentar seu pedido de exoneração do cargo de secretário de Turismo, o qual vinha exercendo desde abril de 2018.

Ao justificar sua decisão, Pablo informou ter recebido, e aceitado, outra proposta de trabalho.

Inevitável

No entanto, mesmo que não houvesse um motivo pontual, a notícia já era esperada há algum tempo.

Apesar de ter estado desde o início com a chapa que chegou à prefeitura em 2017, e de ter resultados interessantes para apresentar sobre o trabalho que realizou, Pablo é ligado ao grupo do PSL local, que não tem escondido suas intenções de lançar candidatura própria para concorrer à prefeitura no ano que vem.

Ou seja: se o descolamento não ocorresse agora, cedo ou tarde ia acabar acontecendo.

Esclarecimentos necessários

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Nova Friburgo, vereador Wellington Moreira, convidou a coordenadora do Laboratório Patológico do Raul Sertã a prestar esclarecimentos no plenário da casa legislativa sobre o infame caso do rim que iria para biópsia e foi guardado em embalagem de polpa de frutas, bem como sobre a denúncia de que haveria muitos casos parecidos ainda no laboratório do hospital.

O encontro está previsto para ocorrer hoje, 2, a partir das 15h.

Mês longo

Dissemos ontem, 1º, que muita coisa tradicionalmente acontece ao longo de agosto.

Pois bem, imagine o leitor que no âmbito de nossa prefeitura municipal estão previstas nada menos que 224 audiências trabalhistas somente para este mês.

Ainda que avanços estejam ocorrendo, como o recém-anunciado cumprimento do piso nacional para professores, fica claro que ainda existe um longo caminho a ser percorrido.

Seletivo

E já que mencionamos questões trabalhistas, impossível não estranhar a recente onda de gratificações, inclusive a parente de governante, num momento em que os limites de gasto com pessoal estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal já engessam articulações importantes da gestão.

Será que alguém consegue achar tudo isso normal?!

Ciclovia

Tem repercutido muito mal, sobretudo nas redes sociais, o andamento das obras de construção da ciclovia, às margens da Avenida Costa e Silva.

A coluna estava realmente disposta a evitar este assunto, até mesmo porque foi enfática ao cobrar a realização de uma audiência pública antes da definição do destino que seria dado aos quase R$ 26 milhões, originalmente destinados à aquisição do imóvel da fábrica Ypu. Agora a coluna não tem o menor ânimo para entoar o famoso “eu avisei”.

Podia ser melhor

Falando muito francamente, a coluna entende a importância da ciclovia, e por isso mesmo esperava que o projeto tivesse o refino necessário para reurbanizar a área, inclusive, quem sabe, aproveitando partes do projeto elaborado durante o governo Rogério Cabral que pretendia acrescentar mais uma pista reservada a automóveis naquela via de frequentes engarrafamentos.

Desperdício

Além dos postes no meio do caminho (que em algum momento podem e devem ser retirados), há ainda a questão dos paralelepípedos e bloquetes que estão servindo de base para a nova pavimentação, em vez de serem aproveitados em áreas onde poderiam ser úteis em nossa cidade.

Enfim, de qualquer modo o saldo da obra possivelmente será positivo.

Mas certamente ficará muito abaixo do que poderia ter ficado.

Vigilância reforçada

Após a recente publicação de uma nota neste espaço, um profissional da área de segurança entrou em contato com a direção do Colégio Estadual Canadá e se prontificou a integrar as câmeras externas de vigilância da instituição à rede de monitoramento disponibilizada à polícia.

A coluna exalta o esforço da direção do colégio por ajudar a promover a segurança em seu entorno.

Desleixo ambiental

Enquanto a coluna ainda estava de férias, o geógrafo Pedro de Paulo, sempre atento a falhas no descarte de lixo e resíduos, chamou atenção para o problema das lixeiras em formato de cesta, frequentemente situadas às margens de rios em nossa cidade.

“Elas já se posicionam em local errado, juntos aos rios, de modo que o excesso de lixo acaba caindo no leito. A situação observada na foto aconteceu na Avenida Itália, em frente ao número 22, no Centro.”

Sorteio especial

Graças à generosidade da querida Rosemarie Künzel, a coluna tem a satisfação de sortear entre os leitores três exemplares do excelente livro “História Contos e Lendas da Velha Nova Friburgo”, que o saudoso Raphael Luiz de Siqueira Jaccoud publicou pela Múltipla Cultural.

Interessados devem mandar e-mail para massimo@avozdaserra.com.br até 15h da próxima segunda-feira, 5.

Boa sorte a todos!

 

  • Foto da galeria
  • Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.