Dito e feito

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sábado, 11 de maio de 2019

Para pensar:

“A verdadeira função do homem é viver, não existir. Eu não gastarei os meus dias a tentar prolongá-los. Usarei o meu tempo.”

Jack London

Para refletir:

“As pessoas nascem sempre sob o signo errado, e estar no mundo de forma digna significa corrigir dia a dia o próprio horóscopo.”

Umberto Eco

Dito e feito

Quando a coluna começou a tratar do provável futuro político do ex-deputado estadual Wanderson Nogueira, muitos leitores compreenderam a mensagem cifrada de que ele estaria em tratativas com o PDT.

E, agora podemos confirmar, entenderam corretamente.

A coluna havia ligado alguns pontos e o cenário se desenhou, embora houvesse algumas pontas importantes a serem amarradas.

Enfim, não estava definido, mas era o que se desenhava, e agora se confirmou.

Razões do embargo

Ora, mas se a coluna tinha noção do movimento, por que não falou abertamente?

Basicamente por dois motivos.

O primeiro foi em respeito a personagens conhecidos que acabam sendo afetados pela movimentação, e poderiam ser expostos em alguma medida - ou pior: podiam acabar sendo informados via imprensa.

E o segundo é que a publicação poderia acabar por afetar o desenrolar dos fatos, e não é este o nosso papel.

Conversas

Tratando do mesmo tema a coluna descreveu ainda como parecia se desenhar uma disputa um tanto fratricida pelo eleitorado de centro-esquerda na cidade, com vários nomes buscando a mesma fatia do bolo eleitoral.

Ao que parece outros fizeram esta mesma leitura, e algumas frentes de diálogo podem estar sendo abertas.

Como já dissemos em outras oportunidades, o cenário que será apresentado à população em 2020 está sendo costurado agora.

Impeachment?

Se na sessão da última terça-feira, 7, os vereadores foram surpreendidos pela robusta carta de exoneração de Arthur Mattar Gremion Soares, ex-diretor médico do Raul Sertã, na sessão de quinta-feira, 9, o assunto do dia foi o pedido de impeachment do prefeito Renato Bravo que havia sido protocolado na Câmara pelo cidadão Deivison Ramos, consultor de Direito Financeiro, com base no decreto 201/67 e na Lei 8.666/93.

O documento é grande, e ainda é cedo para fazer análises mais profundas, mas será importante acompanhar a sua trajetória.

Fala, leitora!

A coluna questionou, e a fiel leitora Raquel Souza enviou seu comentário a respeito da possibilidade (remota) de que os atuais mandatos de prefeitos e vereadores venham a ser prorrogados por dois anos.

Aspas

“O assunto é polêmico... Prorrogar os mandatos. Mas acho que não é válido porque quando tem eleições com muitos candidatos, quanto maior o número, maior é a dificuldade de conhecer os mesmos. O tempo de campanha no rádio e TV para cada um será mais dividido e o eleitor poderá votar num candidato que teve pouco tempo para apresentar propostas boas. Não concordo. As datas desencontradas ajudam para que se possa avaliar como os candidatos e seus partidos estão.”

Orelhões (1)

A coluna já havia antecipado, no dia 9 de abril, que o número de telefones públicos em Nova Friburgo iria ser drasticamente reduzido no futuro próximo.

Mais precisamente, caindo de 1401 para 279, quase que integralmente concentrados em repartições públicas.

Orelhões (2)

Pois bem, tal operação já se encontra em andamento, e a coluna já recebeu diversas mensagens de leitores um tanto assustados com a dimensão do corte.

“Estão tirando praticamente todos. Acredito que pouca gente use, mas gera preocupação. Muitas crianças, por exemplo, não têm celular e fazem uso destes aparelhos para que possam falar com os pais. Fico com a sensação de que o corte pode ter sido severo demais”, expressou um leitor que preferiu o anonimato.

Ezequiel (1)

A coluna registra com grande tristeza que o Sr. Ezequiel, que durante muito tempo passou suas noites na Rodoviária Sul e apenas alguns dias atrás foi encaminhado ao Hospital Raul Sertã, faleceu nesta sexta-feira, 10.

Até onde foi possível apurar, ele estaria em avançado estado de tuberculose.

Mas, para alguém que é leigo em medicina, a impressão que fica é de que ele morreu mesmo foi por falta de empatia.

Ezequiel (2)

A coluna agradece a todos que lutaram por ele, e se solidariza a amigos e parentes enlutados.

Que seu caso nos sirva de lição para que outras pessoas em situação semelhante possam ser tratadas com mais proximidade.

Que ele descanse em paz.

Gripe em Friburgo (1)

A Secretaria Municipal de Saúde informou na tarde desta sexta-feira, 10, que Nova Friburgo tem dois casos confirmados de gripe H1N1. As duas pacientes, idosas, foram atendidas com a doença no Hospital Municipal Raul Sertã.

O diagnóstico foi confirmado por exames laboratoriais. Nenhuma das duas havia sido vacinada contra a doença. Elas fazem parte do público-alvo da campanha nacinal de vacinação que está em curso.

Gripe em Friburgo (2)

As idosas chegaram ao hospital com sintomas de gripe.  Os exames foram realizados no Laboratório Central de Saúde – Lacen, no Rio de Janeiro, que é especializado nesse tipo de análise. O resultado é considerado preciso.

Esses são os primeiros registros de gripe H1N1 em Nova Friburgo este ano. Um terceiro caso foi confirmado em um paciente de Cordeiro que foi atendido em um hospital particular de Nova Friburgo. Outros casos suspeitos ainda estão aguardando resultado do Lacen.

Desafio

Fim de semana chegou, e é hora de convocar os leitores para mais um desafio fotográfico presenteado pelo talento generoso de Regina Lo Bianco.

Aos amigos, a coluna pergunta: onde se encontra esta icônica construção?

Boa sorte a todos!

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.