Difícil de acreditar

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Para pensar:

“A verdadeira compaixão não significa apenas sentir a dor de outra pessoa, mas estar motivado a eliminá-la.”

Daniel Goleman

Para refletir:

A quem o sofrimento pessoal é poupado, deve sentir-se chamado a diminuir o sofrimento dos outros.

Albert Schweitzer

Difícil de acreditar

Na tarde da última segunda-feira, 23, a coluna começou a receber mensagens indignadas a respeito de situações absurdas envolvendo as obras promovidas pelo Inea para substituição de quatro pontes sobre o Rio Bengalas na altura da Avenida Governador Roberto Silveira.

As imagens que chegavam mostravam desde a ocupação quase que integral de um trecho da calçada por uma rampa de acesso, até o comprometimento de parte da sonhada Avenida Brasil, cujo projeto, inclusive, já envolveu diversas desapropriações.

A rigor, tudo parecia ruim demais para que pudesse ser verdade.

Mambembe

A coluna então apurou e esperou para ver se a continuidade dos trabalhos traria alguma solução, ainda sem acreditar que o descaso pudesse ser tão grande.

Mas, como o leitor já conferiu na reportagem publicada ontem, 25, por A VOZ DA SERRA, era tudo verdade mesmo.

Um serviço mambembe, com o perdão da sinceridade, de quem parece não se importar muito com o interior do Estado.

Ofícios (1)

A coluna não será redundante em relação a tudo o que já foi publicado, mas acrescenta apenas que o episódio foi bastante lembrado durante os pronunciamentos que abriram a sessão ordinária da última terça-feira, 24, em nossa Câmara Municipal.

O vereador Isaque Demani, em especial, encaminhou ofício à Superintendência Regional do Inea no qual solicita, em caráter de urgência, que seja reavaliada a construção da rampa de acesso à ponte recentemente colocada no Prado, justamente por obstruir por completo a passagem através da calçada compartilhada.

Ofícios (2)

O ofício enviado por Demani também pede esclarecimentos a respeito do destino das pontes retiradas “que estavam em perfeito estado para utilização.”

Já ao Ministério Público Estadual, o vereador ressaltou em outro ofício que a estrutura de ferro das novas pontes “em nada colabora com a beleza de nossa cidade”, e narrou todas as informações que o leitor já conhece bem.

Possíveis danos

Ao fim da narrativa, o vereador solicita que sejam tomadas as medidas necessárias “visando apurar lesão a coletividade, seja de ordem patrimonial pela substituição de pontes de que não se tem notícia de estarem condenadas, seja de aspectos paisagísticos, seja pela lesão do direito de locomoção e segurança dos milhares de cidadãos que utilizam a calçada que margeia o Rio Bengalas no trecho de Duas Pedras ao Prado - Conselheiro Paulino”.

Outro show

A friburguense Tatila Krau deu mais um show de talento no The Voice Brasil de terça-feira, 24.

Sua interpretação de “Tente Outra Vez”, de Raul Seixas, foi a mais votada pelo público, e lhe valeu a classificação para a próxima fase do programa.

A coluna dá os parabéns a Tatila, na certeza de que o futuro será brilhante, com base em tudo o que já apresentou até aqui.

Arte legal

A Caravana Sociocultural da OAB-RJ passará por Nova Friburgo no próximo sábado, 28, trazendo o espetáculo “Os Saltimbancos – Hortinha”.

A apresentação é gratuita, aberta ao público, e se dará no auditório da 9ª Subseção da OAB, na Praça Getúlio Vargas, 89, com acesso pela via lateral, a Rua Ernesto Brasílio.

Acesso a São Geraldo

O deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL-RJ) apresentou na Alerj uma indicação ao Governo do Estado do Rio solicitando a instalação de sinalização e redutores de velocidade em ambos os sentidos da RJ-130, na altura do acesso a São Geraldo.

A iniciativa atendeu a reivindicação de moradores.

“A segurança dos moradores de São Geraldo pode ser melhorada com intervenções bastante simples. A instalação dos equipamentos trará mais tranquilidade aos habitantes da região que utilizam a rodovia diariamente”, argumentou o deputado.

Esperança

Depois de muita espera, finalmente a chuva chegou para encerrar temporariamente os efeitos de nossas negligências, nos dando alguns dias de segurança.

Mas, olha, dessa vez o estrago foi muito, muito grande.

Resta esperar que nenhuma das espécies ameaçadas em nossa região tenha sido perdida em definitivo.

E, quem sabe, que a gente tenha aprendido algo também, com tudo o que aconteceu nos últimos dias...

Do Anchieta ao Tiradentes

Um trabalho de alunos do 9º ano do ensino fundamental II do Colégio Anchieta, que será apresentado na Feira dos Saberes 2019, chegou ao Palácio Tiradentes e virou projeto de lei na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio do deputado Sérgio Louback (PSC).

O trabalho em questão versa sobre Nomofobia e suas consequências.

Bom exemplo

Considerada uma nova doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a Nomofobia é o medo irracional de estar sem celular ou aparelhos eletrônicos em geral.

O projeto, que tem boas perspectivas de ser aprovado, pretende instituir uma campanha permanente de conscientização, prevenção e combate à Nomofobia.

A coluna fica na torcida para que a matéria prospere, e congratula a equipe organizadora por ter ouvido a voz da juventude.

Que sirva de estímulo a outras turmas e escolas.

 

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.