Continuando...

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Para pensar:

“A atenção é a mais importante de todas as faculdades para o desenvolvimento da inteligência humana.”

Charles Darwin

Para refletir:

“Você nunca mais poderá viver este dia novamente. Não o desperdice.”

Autor desconhecido

Continuando...

Conforme havia prometido, a coluna dá prosseguimento ao resumo da prestação de contas promovida pela Secretaria de Saúde na noite da última segunda-feira, 9.

Medicamentos (1)

Ao tratar da assistência farmacêutica, a nova gestão identificou o “desabastecimento da rede devido ao atraso na realização do processo licitatório 9993/2017, que finalizou o seu período de aquisição em janeiro de 2019”.

Em resposta, foi priorizado novo pregão licitatório, realizado em 1º de julho (contemplando aproximadamente 470 itens, dos quais 249 foram frustrados).

Medicamentos (2)

Além disso, houve uma reunião com os farmacêuticos da rede para traçar plano de emergência, que determinou o imediato prosseguimento de processo licitatório dos 249 itens faltantes, e a aquisição emergencial de itens imprescindíveis, apontados pelos farmacêuticos da rede, para suprir as necessidades pelo período de 120 dias ou até a conclusão do processo licitatório.

Medicamentos (3)

Quanto à “falta de estruturação do setor”, foi nomeada uma nova coordenadora, escolhida pelo conjunto de farmacêuticos da rede.

Também foi constituída uma Comissão de Farmácia Terapêutica para atualizar elencos de medicamentos utilizados no município, e houve uma reunião com o representante do Conselho Regional de Farmácia na Região, a fim de discutir a necessidade de responsáveis técnicos.

Medicamentos (4)

Sobre a “falta de estruturação/organização da Farmácia Complementar”, a secretaria lotou um servidor administrativo para realizar o cadastramento dos usuários, e afirmou, de forma um tanto genérica, que está buscando dar agilidade ao processo licitatório dos medicamentos, que se encontra em fase de cotação.

Mandados judiciais

Diante do enorme número de mandados judiciais, a secretaria criou um grupo de trabalho (já definido) para discutir novo fluxo para as respostas.

E no que diz respeito à “falta de fluxo para as respostas ao Judiciário junto à Procuradoria”, foi feito um levantamento das demandas (medicamentos e procedimentos).

Parênteses: a julgar por depoimentos sistematicamente coletados pela coluna, esta é uma frente que merece e precisa ser analisada com atenção e coragem.

Laboratórios (1)

Em relação à rede de laboratórios foram identificadas a falta de profissional médico patologista, e a falta de fluxo para realização de exames histopatológicos.

Em resposta a secretaria determinou a abertura de processo emergencial para contratação de laboratório de patologia; a realização de estudo para indicação de novo espaço para armazenagem das peças aguardando exames; e a elaboração de um procedimento operacional padrão.

Laboratórios (2)

Também houve, todos se lembram, a famosa denúncia sobre as condições do acondicionamento de rim e falta de informação precisa sobre a situação da histopatologia no município.

Essa situação inspirou a criação de grupo de trabalho para apuração dos fatos, realizando oitivas com os servidores envolvidos, e a participação em audiência pública realizada pela Câmara de Vereadores.

Laboratórios (3)

Sobre a falta de insumos de laboratório, a secretaria identificou que a ata de registro de preço do processo administrativo 573/16 venceu em 30/03/2018.

“A gestão da SMS, no ano de 2018, iniciou processo administrativo para terceirizar os serviços de laboratório, conforme o processo administrativo 8104/18; no entanto, o processo não evoluiu, tendo sido arquivado. Tal decisão resultou na ausência de abertura de processo licitatório para aquisição de insumos em tempo hábil, o que se desdobrou na necessidade da aquisição, por dispensa de licitação, nos anos de 2018 e 2019.”

A esse respeito, a secretaria afirma estar “agilizando” o processo emergencial (já em vigência), bem como o processo licitatório (já está no setor de licitação).

Maternidade

Quanto à interdição da cozinha e da lavanderia do Hospital Maternidade, a secretaria determinou a abertura de processo emergencial para contratação de serviço de alimentação (já concluído); e também a abertura de processo para realização das obras de adequação da cozinha, e abertura de processo emergencial para contratação de serviço de lavanderia.

Raul Sertã

A interdição da lavanderia do Hospital Municipal Raul Sertã demandou a abertura de processo emergencial para contratação de serviço terceirizado.

A secretaria também lembrou que as obras da lavanderia estão em andamento, e a conclusão do processo de aquisição de equipamentos para a nova lavanderia do hospital.

Já no que diz respeito à situação crítica do esgotamento sanitário, a equipe de gestão afirma ter agilizado o processo de obra para adequação do esgotamento sanitário (obra já iniciada).

Vigilância em Saúde

Em resposta à “situação crítica do telhado da sede da Subsecretaria de Vigilância em Saúde”, a secretaria determinou a agilização do processo de realização de obras de substituição do telhado e instalação elétrica.

E, por fim, a Vigilância Sanitária se encontrava sem coordenação desde março.

Por sugestão da equipe, um novo coordenador foi nomeado em setembro.

A secretaria afirma, de novo de forma um tanto genérica, estar melhorando o acompanhamento e a gerência dos processos de licenciamento sanitário, bem como a organização interna do setor.

Cooperação

A coluna fez sua parte para aumentar o alcance da prestação de contas da nova gestão da Secretaria de Saúde, sempre na torcida para que sejam encontradas e implementadas soluções efetivas para essa crise que vem de longe, mas se agravou de forma intensa e inegável ao longo do atual governo, e tem feito muita gente sofrer de forma evitável.

Esferas

O colunista entende, inclusive, que existe uma distinção muito importante a ser feita entre as responsabilidades da atual gestão da pasta, que chegou há pouco, e as do prefeito, que responde por tudo o que se passou desde janeiro de 2017, como se observa ao analisar os esforços desde o período de transição.

Caso específico

Os leitores mais antigos sabem bem que este espaço sempre defendeu critérios unicamente técnicos para a ocupação de cargos do primeiro escalão, preferencialmente sendo ocupados por servidores de carreira.

Evidentemente não é o que acontece no atual momento da Secretaria de Saúde, mas a coluna entende que talvez haja uma razão justificável para isso.

Tomara

É evidente, para quem observa de perto, que existe muita desaprovação entre os quadros da Saúde em relação ao que andou acontecendo por lá ultimamente.

E o mesmo se nota também entre alguns personagens de destaque na atual gestão.

Talvez um quadro técnico não tivesse o respaldo necessário para enfrentar, nesse momento, as correntes contrárias que vêm de cima.

A coluna torce, de verdade, para que esta interpretação esteja correta.

SNCT 2019

Aconteceu nesta terça-feira, 10, a penúltima reunião de organização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a ser realizada entre os dias 22 e 25 de outubro, com abertura no Teatro Municipal Laercio Ventura.

O encontro, realizado na sede da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia, reuniu representações de Sebrae, Cefet, UFF, Cederj, UFRJ, Estácio, Fundação Dom João VI, Observatório Social de Nova Friburgo, Secretaria estadual de Educação, secretarias municipais de Educação, Meio Ambiente e Defesa Civil, Ceffa Rei Alberto I, Embrapa, Muito Mais Educação, Centena e Universidade Cruzeiro do Sul.

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.