Adiou

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Para pensar:

“O que a gente tem que colocar em cima da mesa diante de nós mesmos, como sociedade, é se Queremos continuar lidando com essas tragédias, pranteando-as no início e as esquecendo logo depois.”

Ricardo Boechat

Para refletir:

“Onde há uma vontade, há um caminho.”

Provérbio holandês

Adiou

As sessões ordinárias da Câmara Municipal devem continuar sendo transmitidas somente pela internet, de forma um tanto precária e com recursos próprios, pelo menos até o carnaval. A previsão foi feita por servidores da própria casa legislativa após novo adiamento para a conclusão da licitação que irá definir o prestador do serviço pelos próximos 12 meses.

Não dava para seguir?

A interrupção do processo licitatório foi decidida a partir da identificação de um erro no edital, que dividiu o valor total do serviço por 11, e não por 12 parcelas mensais.

Uma reunião com as empresas participantes será realizada daqui a 15 dias, quando um novo pregão deverá ser agendado.

Vale ver

Ao que parece, portanto, a sua novela favorita das terças e quintas-feiras vai demorar um pouco a retornar ao horário nobre.

Ainda assim, não desista de acompanhar não.

A promessa é de alguns capítulos bem interessantes quando as transmissões recomeçarem.

É devagar

Mudando de assunto sem perder o ritmo, a coluna registra que o presidente da Câmara, Alexandre Cruz, homenageou o sambista Martinho da Vila na tarde do último sábado, 9, concedendo-lhe o título “Amigo de Nova Friburgo 200 anos".

Durante evento realizado na banda Campesina Friburguense, o mestre nascido aqui pertinho, em Duas Barras, comemorou seus 81 anos de vida.

Vida longa, Professor!

Jeito certo

A coluna cobra e eventualmente critica, mas tem especial satisfação sempre que pode elogiar.

Há alguns dias registramos um requerimento de informações a respeito dos empreendimentos que se anunciam no acesso a Olaria ainda não havia sido respondido pela Secretaria de Meio Ambiente.

Pois bem, esse cenário felizmente mudou.

Meio Ambiente

O ex-vereador Cláudio Damião informa que foi buscar nesta terça-feira, 12, as informações que havia solicitado, após ter sido informado sobre a disponibilidade das mesmas.

“Devo dizer que fui atenciosamente atendido pelo secretário Roberto Coccarelli, que me disse que o empreendimento na verdade ainda não foi aprovado; que são dois lotes de proprietários diferentes: um pretende construir um prédio habitacional e o outro um supermercado; e que ambos dependem de aprovação do Iphan.”

PGM

“Em seguida fui encaminhado ao dr. Ulisses, procurador geral do município, com quem estavam os processos. Este também me atendeu pronta e cordialmente e ofereceu cópia dos documentos. Nos processos constam poucas informações, tendo em vista que estão dependendo de avaliação do Iphan e da Fundação Dom João VI. Também fui informado que o MP está indagando sobre o que se pretende construir no local. E que até o presente momento não há liberação para obras.”

Preocupação

“A nossa preocupação é quanto ao impacto que um supermercado poderá acarretar no trânsito daquela via tão importante”, encerrou.

A coluna registra o episódio com satisfação, até mesmo para que sirva de estímulo à transparência e ao livre acesso às informações.

Se a postura fosse sempre essa, a relação deste colunista com o governo seria completamente diferente.

Continuidade (1)

Falar a respeito do gigantesco vácuo deixado pela saudosa Faculdade de Filosofia Santa Doroteia em nossa teia educacional é chover no molhado.

Simplesmente nada poderá substituir à altura o que se encontrava por lá.

Também por isso, a coluna tem enorme prazer ao registrar a modernização daquele espaço tão icônico, agora incorporado ao privilegiado patrimônio do Colégio Nossa Senhora das Dores.

Continuidade (2)

As novas instalações foram inauguradas no último sábado, 9, e desde já ocupam lugar de destaque entre os principais expoentes da arquitetura moderna em nossa cidade.

Ficou realmente muito bonito, e a coluna deseja que o legado de pessoas como a inesquecível Madre Cosmelli possa alcançar as futuras gerações através desta continuidade.

Desgaste

Foi bastante tensa a reunião desta segunda-feira, 11, da CPI que investiga os contratos emergenciais para prestação do serviço de alimentação hospitalar do Raul Sertã.

Alguns vereadores estão convencidos de que a prestadora do serviço estaria criando embaraços à investigação, e alegam que após quase quatro meses de atividades ainda há pendências na disponibilização de documentos.

Sem pizza

Pelo andar da carruagem, tudo parece caminhar para a realização de operação de busca e apreensão muito em breve.

É esperar para ver.

“As pessoas precisam entender que CPI é coisa séria, e eu asseguro que esta daqui não vai acabar em pizza”, declarou o vereador Zezinho do Caminhão, relator da comissão.

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.