Guilherme Alt

Força, glória e tradição

Guilherme Alt é jornalista, colunista e comentarista, além de apaixonado pelo fluminense

Nada me tirava a certeza da classificação de ontem. Principalmente depois da notícia de que o Osvaldo está de malas prontas. A bênção, João de Deus. Ele escutou as minhas preces.

Osvaldo é um triatleta. Pedala, corre e NADA. Eu achei que depois do Rhayner o Fluminense tinha tomado vergonha na cara e parado de contratar jogadores que não sabem exercer sua principal função. Me enganei. Acho que o clube deve ter um departamento de serviço social, filantropia, porque só isso justifica a contratação desses “jogadores”.

Leia mais

Acordei no sábado com apenas uma certeza: hoje tem vitória. E não deu outra. Uma semana após a Páscoa, o time do Fluminense voltou a distribuir chocolate. Quarta-feira foi o Goiás, sábado a vítima foi o Vasco. O time cruzmaltino parecia sofrer de diabetes, porque era nítido que a nau vascaína estava prestes a afundar, mais uma vez.

Leia mais

O Fluminense precisou de apenas 16 minutos pra passar o rolo compressor em cima do Goiás. Sim, caros leitores, rolo compressor. Invejosos vão dizer que o Fluminense enfrentou dificuldades, mas foi a dificuldade que enfrentou o Fluminense.

No primeiro tempo, a esquadra tricolor fez o que sabe fazer de melhor: deu emoção ao jogo. Como? Perdeu gols incríveis, cedeu contra-ataques mortais ao adversário e desperdiçou pênalti. Mas tudo foi friamente calculado.

Leia mais