Pílulas Cinematográficas

Leo Arturius

Cinema

Leo Arturius é cineasta e assina a coluna semanal analisando a 7ª arte e os filmes em cartaz em Nova Friburgo

sábado, 21 de outubro de 2017

Pílulas Cinematográficas

O filme do Sonic vem aí!

O jogo Sonic, de grande sucesso dos anos 90, vai virar filme numa misturar live-action e computação gráfica. Será produzido pela Paramount Pictures e Tim Miller, diretor de Deadpool, que vai produzir ao lado de Jeff Fowler, que este fará sua estreia na direção. Jeff Fowler conseguiu indicação ao Oscar na categoria melhor curta-metragem de animação em 2005 com o filme Gopher Broke.

Trabalhar sem receber

Nova adaptação para os cinemas do super-herói Spaw vai acontecer. Dessa vez será dirigido pelo próprio Todd McFarlane, criador da HQ original em 1992 sobre um ex-agente da CIA que morreu e foi para o mundo dos mortos; negociou com o demônio, ganhou habilidades extraordinárias e se tornou o Filho do Inferno. O diretor disse que terá um orçamento baixo, mas ele e sua equipe estão trabalhando para aproveitar esse dinheiro ao máximo, vão usar o dinheiro investido no filme da melhor forma possível — e isso inclui cortar seu próprio pagamento. Será um filme de horror com classificação indicativa para maiores de 18 anos.

Glass

O cineasta M. Night Shyamalan criou seu próprio universo cinematográfico de super-herói quando lançou o filme Fragmentado, pois há ligação direta com o filme Corpo Fechado dos anos 2000. Em seu Twitter, o diretor anunciou o início das filmagens do filme Glass na segunda-feira dia 2 de outubro. O filme que continua a história de Fragmentado e Corpo Fechado, vai contar com James McAvoy, Samuel L. Jackson, Bruce Willis e Anya Taylor-Joy em seu elenco. Seguindo a conclusão de Fragmentado, Glass mostrará David Dunn (Bruce Willis) perseguindo a figura sobre-humana da Besta (James McAvoy) em uma série de encontros. Enquanto isso, a presença de Elijah Price (Samuel L. Jackson) ronda nas sombras como um condutor que gerencia segredos críticos para os dois homens. Glass chega aos cinemas em 18 de janeiro de 2019.

O diretor do momento para 007

Depois de muita especulação o ator Daniel Craig renovou contrato para viver mais uma vez o papel de James Bond, agora, chegou o momento de mais especulações do nome do ocupante da cadeira de direção. Talvez um cineasta realmente esteja próximo do acerto, e se trata do diretor mais cobiçado do momento: Denis Villeneuve. Recentemente o cineasta deu entrevista à Time Out Magazine e falou sobre os rumores de que dirigirá o próximo filme da franquia James Bond: "Não posso falar sobre isso. Mas digamos que para mim fazer um filme do Bond seria um grande prazer". Daniel Craig já disse que gostaria de ter Villeneuve comandando o projeto.

Mais um Halloween

O novo filme do Halloween foi anunciado, e, para surpresa de todos, ele vai ignorar as demais sequências da franquia e será uma sequência do primeiro filme clássico de 1978. Com isso, de acordo o diretor do longa original e produtor executivo do novo, John Carpenter,
a atriz Jamie Lee Curtis está confirmada para retornar a sua personagem Laurie Strode para mais um embate com Michael Myers, a figura mascarada que a persegue.

Batman vai casar!

O lançamento da revista mensal Batman #32 nesta semana nos EUA, vai revelar que a Mulher-Gato aceitou o pedido de casamento do Cavaleiro das Trevas. Segundo o roteirista Tom King, os dois revelaram segredos profundos e criaram uma conexão real um pelo outro. A HQ encerrou a saga War of Riddle and Jokes, trama que se passa um ano depois que Bruce Wayne começa a combater o crime em Gotham na figura do Batman. Coringa e Charada entram em guerra para determinar quem deve ter o privilégio de matar o vigilante.

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

  • Foto da galeria

Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Leo Arturius

Cinema

Leo Arturius é cineasta e assina a coluna semanal analisando a 7ª arte e os filmes em cartaz em Nova Friburgo

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.