Verão de calor e problemas

terça-feira, 20 de dezembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

A CHEGADA DO verão, hoje, já está animando boa parte da população que pretende deixar a cidade quando o calor aperta. O tradicional sumiço de friburguenses neste final de ano está sendo novamente percebido como um movimento natural da população serrana que pode se descontrair nas areias de nosso litoral após um ano de trabalho. 

PORÉM, PARA muitos turistas que procuram a tranquilidade do período de festas, a decepção pode ser grande. Enquanto a rede hoteleira se beneficia com o movimento, registrando uma boa taxa de ocupação, os seus hóspedes não têm a mesma sorte, pois diversos estabelecimentos, como bares e restaurantes, costumam fechar suas portas. O verão, como sabemos, tem uma procura seletiva de turistas interessados na tranquilidade e na natureza e isto é o que garante uma especialidade de Nova Friburgo. Não podemos, pois, ter portas fechadas para quem nos procura.

PARA QUEM não vai viajar, aproveita-se a estação turística juntamente com os turistas. Sempre em evidência, a região de Lumiar e São Pedro da Serra é um destino obrigatório para os amantes da natureza e entre a Mata Atlântica floresce um turismo que atrai não apenas os “de fora”, mas também o friburguense, que se rendeu às suas próprias belezas naturais e passa a frequentar o local com o mesmo prazer que os visitantes.

IMPOSSÍVEL não se convencer de que o turismo no município é uma fonte permanente de renda e emprego. Temos hotéis e boas pousadas, gastronomia, atrativos naturais e um farto comércio, sem falar na tranquilidade da vida serrana. O trabalho desenvolvido pelos governos ao longo dos anos criou a cultura turística necessária para que os políticos compreendam a sua importância no contexto econômico e social do município.  

É PRECISO, agora que um novo ano está prestes a começar, dar ao setor o seu devido reconhecimento, investindo em infra-estrutura e equipamentos, além de recursos humanos. Investir no turismo é uma forma segura de atrair as atenções para o município, movimentando negócios que, por sua vez, geram empregos, movendo a economia local.

O FUTURO governo a partir de janeiro pode colaborar na continuidade dos trabalhos, apoiando com recursos financeiros a gestão municipal na promoção do calendário turístico, sem falar na melhoria da infraestrutura da cidade que precisa, urgentemente, de benfeitorias. É o que esperamos que este verão possa trazer para o município. 

 

Publicidade
TAGS: