Vacinação contra febre amarela continua no Suspiro em novo horário

Autoridades friburguenses estão atentas para manter situação sob controle
segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Vacinação continua sendo feita no Posto de Saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro. (Foto: Henrique Pinheiro)

Apesar de o setor de imunização da secretaria municipal de Saúde reiterar que não há nenhum registro de febre amarela em todo o estado do Rio de Janeiro e que só devem se vacinar quem pretende viajar para cidades já diagnosticadas com a doença, a vacinação continua sendo feita na Policlínica Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, sempre às quartas-feiras, mas agora em novo horário: das 8h às 10h.

Nova Friburgo não é considerada uma região endêmica para casos de febre amarela. No entanto, as autoridades friburguenses trabalham para manter a situação tranquila e sob controle. Nunca é demais repetir: o efeito da vacina só ocorre após 10 dias da aplicação. Portanto, para quem vai viajar, é aconselhável planejar a viagem com antecedência ou evitar os locais onde haja epidemia, como em Minas Gerais.

Apesar de todos esses cuidados, a coordenadora de imunização Ana Paula Lessa adianta que não há motivo para alarde. Segundo ela, não há nenhum caso confirmado da doença em todo o estado do Rio.

“Por isso estamos orientando a só tomarem a vacina as pessoas que vão viajar para as cidades já diagnosticadas com epidemia de febre amarela. Em nossa avaliação, a partir do momento que uma pessoa toma a vacina sem necessidade, ela está tirando a oportunidade de outra que precisa realmente se imunizar, e colocando-se em risco, pois uma pessoa vacinada contra a febre amarela deve respeitar o prazo de validade da vacina, que é de dez anos”, argumentou.

Saiba que:

1) Não adianta tomar a dose hoje e viajar amanhã para cidades fora do estado do Rio, onde há epidemia, porque a vacina contra febre amarela só faz efeito a partir do 10º dia. Outro detalhe importante é que a vacina tem duração de 10 anos, portanto, não há necessidade de se tomar outras doses nesse período, além de expor a pessoa vacinada mais de uma vez ao risco de contrair a doença.

2) A vacina contra febre amarela sem necessidade coloca em risco a vida de crianças, adultos e idosos. Não podem tomar a vacina contra a febre amarela: gestantes, mulheres que estejam amamentando, portadores do vírus HIV, pacientes com neoplasia, imunodeprimidos e pacientes que usam corticoides em doses elevadas. Idosos também não devem tomar a vacina, exceto quando indicada por um médico.​

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: