Vacinação contra febre amarela continua esta semana

segunda-feira, 03 de abril de 2017
por Dayane Emrich e Alerrandre Barros
Foto de capa
Posto de Saúde Sylvio Henrique Braune (Foto: Henrique Pinheiro)

​A campanha de vacinação contra a febre amarela continuará ao longo desta primeira semana de abril em Nova Friburgo. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, 16 postos funcionarão em sistema de escala para atender a população que ainda não foi vacinada na cidade.

No último sábado, 1º, a secretaria municipal de Saúde, através dos postos volantes, realizou um mutirão e vacinou 1216 pessoas. O foco da mobilização foram as áreas rurais da cidade, com o objetivo de vacinar moradores próximos às matas. Os agentes volantes percorreram os locais de mais difícil acesso, indo de casa em casa em busca de adultos e crianças aptos a tomar a vacina e que ainda não tinham se imunizado.

No distrito de Amparo, onde 1002 pessoas foram vacinadas, as equipes volantes visitaram as localidades Alto do Schuenck, Buraco Quente e Sítio Pedra Branca. Já em Campo do Coelho, os agentes de saúde percorreram as localidades de Estrada dos Morangos, Estrada dos Condack e Cardinot, totalizando 106 doses aplicadas. Em Riograndina e Mury foram imunizadas 98 e dez pessoas, respectivamente.

Vale destacar que, apesar dos nove casos de febre amarela registrados no estado do Rio de Janeiro, sendo sete casos em Casimiro de Abreu, um em São Fidélis e outro em São Pedro da Aldeia, Nova Friburgo não tem nenhum caso suspeito ou confirmado da doença. O Comitê de Gestão da Saúde afirmou que a população não precisa se preocupar, pois a campanha de imunização continuará enquanto houver pessoas que necessitem das doses.

Casos em macacos

Sobre a causa da morte do macaco encontrado na última quarta-feira, 29 de março, na localidade de Toca da Onça, nas proximidades da RJ-142 (Serramar), no distrito de Lumiar, a secretaria de Saúde informou que o laudo deverá ficar pronto em até 15 dias. Há suspeita de febre amarela, devido à proximidade com Casimiro de Abreu, onde cinco casos de infecção pela doença foram confirmados em humanos.

A equipe de reportagem de A VOZ DA SERRA entrou em contato também com a prefeitura afim de obter mais informações a respeito de um vídeo que vem circulando nas redes sociais nos últimos dias. Nas imagens, gravadas nos jardins do Nova Friburgo Country Clube, um primata aparenta estar passando mal. Entre os comentários, há friburguenses que suspeitam que o animal tenha contraído febre amarela. No entanto, até o fechamento desta edição, a prefeitura não informou se está ou não investigando o caso.

Terceira morte no estado confirmada

A Secretaria Municipal de Itaperuna confirmou nesta terça-feira, 4, uma morte por febre amarela na cidade do Noroeste Fluminense. Um homem de 33 anos, morador de Porciúncula, estava internado no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, e morreu por causa da doença no último dia 26 de fevereiro. A causa da morte foi confirmada por um exame feito no Laboratório Noel Nutels, no Rio de Janeiro.

É a terceira morte por febre amarela no estado do Rio de Janeiro este ano. As duas primeiras aconteceram em Casimiro de Abreu, no dia 11 de março, e em Silva Jardim, no dia 30 do mesmo mês, cidades da Região dos Lagos vizinhas de Nova Friburgo. Em Silva Jardim, um idoso de 69 anos foi vacinado no posto da cidade, mas no dia seguinte teve febre e mal-estar, foi internado e morreu.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai realizar exames genéticos mais precisos para confirmar se ele morreu por causa da febre amarela, por uma reação à vacina, ou até por outras doenças. Os especialistas em saúde alertam que não há contraindicação para a vacinação em pessoas com mais de 60 anos, mas é preciso precaução, porque o composto baixa a imunidade, por isso, é necessária orientação médica.

Já a morte em Casimiro de Abreu continua sendo investigada pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj). O homem, de 38 anos, que morreu por causa da febre amarela na zona rural da cidade teria procurado o Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes três vezes com sintomas da doença antes de morrer.

Confira dias e locais de vacinação

Olaria
Posto de Saúde Tunney Kassuga, 3ª a 6ª feira

Centro
Policlínica Silvio Henrique Braune, até a 5ª feira

Cordoeira
Posto de Saúde Ariosto Bento de Mello, 3ª a 6ª feira

São Geraldo
Posto de Saúde José Copertino, 3ª a 6ª feira

Varginha
USF de Varginha, 3ª feira

Nova Suíça
USF de Nova Suíça, 6ª feira

Riograndina
USF de Riograndina, 6ª feira

Campo do Coelho
USF de Campo do Coelho, 4ª feira

Centenário
USF Centenário, 4ª feira
Volante, 5ª feira

São Lourenço
USF de São Lourenço, 6ª feira

Amparo
USF de Amparo, 5ª feira

Conselheiro Paulino
Posto de Saúde Waldir Costa, 3ª a 6ª feira

São Pedro da Serra
USF de São Pedro da Serra, 4ª feira

Stucky
USF Stucky, 2ª feira

Vargem Alta
USF Vargem Alta, 3ª feira

Mury
USF de Mury, 5ª feira

LEIA MAIS

Friburgo já contabiliza oito mortes de moradores; 11 casos suspeitos da doença continuam em investigação

Outros 10 pacientes com a doença confirmada no município seguem em tratamento

Nova Friburgo já contabiliza 14 casos confirmados da doença, com 8 óbitos

Publicidade